Thomas Huxley

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Thomas Huxley (1825 - 1895)

Thomas Henry Huxley, também conhecido como o "Bulldog de Darwin" foi um biólogo britânico e um defensor inflexível da evolução. Ele popularizou o campo da ciência e queria provar que o homem estava relacionado com os macacos. Curiosamente, ele não aceitava muitas das outras idéias de Charles Darwin, como o gradualismo (que a evolução ocorre apenas como pequenas modificações ao longo de muitas gerações).

O próprio Huxley cunhou o termo agnosticismo para descrever seu ponto de vista "religioso". Outro ponto interessante é que Huxley apoiava o ensino da Bíblia nas escolas, porque ele acreditava que era uma boa lei moral e era valiosa à ética Inglesa.

Huxley também é conhecido por um famoso debate em 1860, com o arcebispo Samuel Wilberforce. Huxley passou a dar uma brilhante defesa da teoria de Darwin, quando o arcebispo perguntou-lhe de que lado ele tinha um macaco como ancestral, se pelo lado de sua avó ou pelo lado de seu avô. Huxley defendeu com estas linhas: "Eu preferiria ter macacos em ambos os lados do que ser um homem que estivesse com medo de encarar a verdade." Huxley foi um que iria enfrentar a questão da evolução humana, Darwin não discutiu este tema em seu livro por medo de que ninguém iria aceitar sua teoria sobre os fundamentos de que os seres humanos não queriam ser descendentes dos macacos.


Evidência Zoológica do Lugar do Homem na Natureza por Thomas Huxley (1863)

Publicações

Ligações externas

Ver também