Jesus Cristo

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Agonia no Getsêmani por Heinrich Hofmann.

Jesus Cristo ou Jesus de Nazaré (Hebraico: יהושע, Yehōshūaʻ; Aramaico: ישוע, Yēshūaʻ; Grego: Ίησους, Iēsous; Latim: Iesus; "Nome significa::YHWH é Salvação") é o Messias Hebreu e a encarnação física de Deus—o Filho de Deus (significando que ele é Deus, o Filho, a Segunda Pessoa da Santa Trindade, da mesma essência e co-eterno junto com Deus o Pai e Deus o Espírito Santo, mas uma Pessoa distinta). Ele veio à terra como um homem, ainda que sendo plenamente homem e plenamente Deus, para oferecer a salvação e reconciliação com a Sua morte pelos pecados da humanidade. Ele nasceu no reinado de César Augusto (cerca de 5 aC), em Belém, Judéia da virgem Maria e foi criado em Nazaré, na Galiléia por sua mãe e seu pai adotivo, José, a quem Ele seguiu em se tornando um carpinteiro. Ele foi executado por crucificação em cerca de abril de 34 AD, após a condenação por Pôncio Pilatos, o quinto procurador da Judéia. Através da encarnação, vida, morte e ressurreição de Jesus dentro da história Ele começou o que é hoje a maior religião do mundo, o cristianismo.[1]

Ontologia

Ontologia é definida como um ramo da metafísica preocupado com a natureza e as relações do ser, com base em caracteres morfológicos visíveis. A ontologia de Jesus é o estudo de quem Ele era e seu papel em sua vinda para a Terra.

Messias

Messias (Hebraico: משיח, Māshīakh; "O nome significa::o ungido") refere-se ao libertador profetizado de Israel no Antigo Testamento da Bíblia. Os Cristãos consideram Jesus como sendo este Messias, bem como o Filho de Deus e a Segunda Pessoa encarnada da Santíssima Trindade. Profecias bíblicas vindicam a messianidade de Jesus.[2] Os judeus antigos e modernos tem colocado várias interpretações sobre as profecias messiânicas. Os cristãos creem que estas profecias foram completamente cumpridas na pessoa de Jesus. Há pelo menos 1.093 profecias do Antigo Testamento que foram cumpridas em Jesus. Muitos judeus não fazem distinção entre o primeiro e o segundo adventos ou vindas do Messias.

O nome "Cristo" é derivado do grego Χριστός, Christōs, que significa "ungido", que é em si uma tradução do hebraico משיח, Māshīakh ("Messias"). Ele é Ίησους Χριστός, Iēsous Christōs em grego, e יהושע המשיח, Yehōshūaʻ HaMāshīakh em Hebraico, o muito aguardado Messias do judeus. A palavra Cristo (Grego: Χριστός, Christōs; "ungido") é uma tradução literal de Māshīakh. A versão Septuaginta grega do Velho Testamento traduz todas as trinta e nove instâncias da palavra hebraica para ungido (Māshīakh) como Christōs (Χριστός). O Novo Testamento registra a transliteração grega Μεσσίας, Messias duas vezes em João 1:41 e 4:25.

Ele é também conhecido pelos Cristãos Árabes como يسوع المسيح, Yasūʻa al-Masīħ e entre os Muçulmanos como عيسى المسيح, `Īsā al-Masīħ.

Filho de Deus

O Filho é um agente de Deus, o Pai, cujo propósito é o seguinte:

  1. Criação e manutenção do universo (João 1:3 ).
  2. A revelação divina do Pai para o mundo (Mateus 11:27 ).
  3. Salvação. Através da fé na vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo, os homens podem ser salvos (Romanos 10:9 , João 3:16 ).

"Porque não seguimos fábulas engenhosas quando vos fizemos conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, pois nós fôramos testemunhas oculares da sua majestade. Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando pela Glória Magnífica lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; e essa voz, dirigida do céu, ouvimo-la nós mesmos, estando com ele no monte santo. " - 2_Pedro 1:16-18

Criador

O livro do Novo Testamento dos Colossenses afirma explicitamente que por Ele, essencialmente para a Sua salvação, o universo e a vida na Terra foram criados:

"porque nEle foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por Ele e para Ele." - Colossenses 1:16

O Evangelho de João também apresenta Jesus como o Criador de tudo o que é:

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. " - João 1:1-3

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai." - João 1:14

Redentor

Jesus na Cruz por Rembrandt. óleo sobre tela, 1631. Le Mas d´Agenais, igreja paroquial.

Um redentor (Hebraico: גאל, gaʼal) no Antigo Testamento era uma pessoa que comprava de volta uma propriedade para mantê-la na herança, ou um membro da família que havia se tornado um escravo. Jesus veio a Terra para ser nosso Redentor e pagar a nossa dívida por nós.

A Bíblia diz que:

"Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" - Romanos 3:23

No Antigo Testamento sacrifícios pelo pecado eram requeridos por Deus para fazer expiação pelos pecados. Esses sacrifícios eram geralmente animais, como touros, pombas, ou cabras. Em vez de oferecer o sacrifício pelo pecado, podemos aceitar o dom gratuito da salvação que foi feito possível graças ao sofrimento de Cristo, sua morte e ressurreição. Esta é a crença na qual o Cristianismo fundamenta-se.

"Pois como em Adão todos morrem, do mesmo modo em Cristo todos serão vivificados." - 1Corintios 15:22

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16

Ministério

Cerca de 2000 anos atrás, Jesus Cristo começou seu ministério depois de ser batizado por João Batista e começou a pregar o que conhecemos hoje como o Evangelho. O Evangelho, ou "a boa notícia", foi a mensagem de Jesus para que as pessoas que se arrependessem e pudessem ser perdoados dos pecados e ter a salvação Nele. Jesus, o Filho de Deus, também tem o poder de perdoar os pecados do homem Mateus 9:6 . Jesus em Seu ministério disse coisas muito poderosas e dizia-se dele que ninguém falou como Ele fez. Ele falava em parábolas com grande sabedoria e conhecimento.

Os restos escavados do sítio onde João Batista batizou Jesus em "Betânia além do Jordão".

O evangelho de Jesus Cristo está registrado na Bíblia em quatro livros separados escritos por Mateus, Lucas, Marcos e João. Jesus tinha 12 discípulos - Pedro, André, Tiago, filho de Zebedeu, João, Filipe , Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, Judas (Tadeu), e Judas Iscariotes. Os discípulos de Jesus o seguiram e aprenderam coisas concernentes ao Reino de Deus e da vida em geral. Eles deixaram seu trabalho e famílias para segui-Lo e ajudaram a difundir o Evangelho. Amor e perdão foi a mensagem geral de que Jesus falou (Marcos 12:30-31 ). Jesus disse que veio para dar testemunho da verdade e para curar os quebrantados do coração. O ministério de Jesus e do evangelho provou ser um sucesso; O Cristianismo é a maior fé no mundo. As pessoas hoje em todo o mundo estão espalhando a verdade e o evangelho de Jesus Cristo.

"e disse-lhes: Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sois testemunhas destas coisas. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai porém, na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder.'" - Lucas 24:46-49

Jesus healing.jpg
Jesus ressuscita os mortos.
Jesus calmingstorm.jpg
Jesus caminha sobre a água.

Milagres

Jesus Cristo realizou muitos milagres mostrando seu grande amor para o povo e provando ser o Filho de Deus. Jesus fez coisas tais como desafiar as leis da natureza, alimentando vastas multidões de pessoas, e até mesmo curando os doentes, aqueles com aflições físicas, e aqueles com doenças. Alguns exemplos de milagres no texto bíblico são;

  • Jesus recussitando os mortos — Mateus 9:18-26 , Marcos 5:35-43 , e Lucas 8:49-56 contém a história de Jesus ressuscitando a filha de um chefe da sinagoga em Cafarnaum depois de sua morte.
  • Jesus caminhando sobre a água — Mateus 14:22-36 , Marcos 6:45-56 , e João 6:16-24 ; descrever um evento em que Jesus caminha sobre a água para chegar ao barco em que os seus discípulos estavam viajando. Quando Pedro vê Jesus, ele também fica fora do barco e caminha para Ele na água.

"ademais, o mar se empolava, porque soprava forte vento. Tendo, pois, remado uns vinte e cinco ou trinta estádios, viram a Jesus andando sobre o mar e aproximando-se do barco; e ficaram atemorizados. Mas ele lhes disse: Sou eu; não temais. '" - João 6:18-20

"Perguntou-lhes Jesus: Quantos pães tendes? E responderam: Sete, e alguns peixinhos. E tendo ele ordenado ao povo que se sentasse no chão, tomou os sete pães e os peixes, e havendo dado graças, partiu-os, e os entregava aos discípulos, e os discípulos á multidão. Assim todos comeram, e se fartaram; e do que sobejou dos pedaços levantaram sete alcofas cheias. Ora, os que tinham comido eram quatro mil homens além de mulheres e crianças. E havendo Jesus despedido a multidão, entrou no barco, e foi para os confins de Magadã." - Mateus 15:34-39

"E vieram a ele grandes multidões, trazendo consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e outros muitos, e lhos puseram aos pés; e ele os curou;" - Mateus 15:30

O Cristianismo cresceu e se tornou a maior religião do mundo, com cerca de 2,14 bilhões de adeptos. Um cristão é alguém que segue os preceitos de Jesus Cristo. A fundação e os princípios do cristianismo vêm do Novo Testamento da Bíblia, juntamente com a sua história do início. Durante a vida de Jesus, os seus discípulos eram exclusivamente judeus. Após a morte de Cristo, os gentios ou não judeus foram postos em serviço, que agora dominam o Cristianismo. Seus discípulos eram conhecidos entre si, simplesmente como "irmãos", "fiéis", "eleitos", "santos", ou "crentes". O nome "cristãos" foi dado primeiramente pelos gregos ou romanos, provavelmente em opróbrio, para os seguidores de Jesus ("pequenos Cristos").

Resurreição

O termo ressurreição lida com o fenômeno de ressuscitar da morte um cadáver inanimado e sem vida para um corpo físico animado cheio de vida. O termo em seu uso moderno refere-se a doutrina teológica do Cristianismo que declara que Jesus Cristo é uma figura histórica real que morreu crucificado e foi fisicamente ressuscitado dentre os mortos.[3] Cristianismo mantém e afirma uma origem sobrenatural para a ressurreição de Jesus Cristo. Um evento real da história não verificável no presente e é, portanto, acessível não por métodos científicos, mas por métodos históricos (Veja Epistemologia ). Muitos ​​apologistas cristãos notáveis durante os séculos 20 e 21 desenvolveram argumentos robustos para a ressurreição física como um evento literal na história como Gary Habermas, William Lane Craig e Michael R. Licona. Questões diferentes são feitas pelo método histórico e apresentadas por Habermas e Licona que pretendem ser objetivas, tanto quanto possível e não acarretar que se pise em território teológico como uma explicação de um historiador eclesiástico poderia fazer. O método de fatos mínimos criado por Habermas é uma tentativa de mostrar que a erudição acadêmica pode concluir que Jesus Cristo foi ressuscitado por Deus especificamente. Na tentativa de ponderar hipóteses a favor e contra a ressurreição sobrenatural o método de Habermas adota uma linha de investigação que incide sobre, por exemplo, se Cristo foi visto após sua morte, e se os apóstolos realmente viram o Cristo ressuscitado, e que documentos antigos são pertinentes ao evento histórico.

Cronologia

A melhor ligação cronológica entre a vida de Cristo e o resto da história mundial ocorre em Lucas:

"No décimo quinto ano do reinado de Tibério César, sendo Pôncio Pilatos governador da Judéia, Herodes tetrarca da Galiléia, seu irmão Filipe tetrarca da região da Ituréia e de Traconites, e Lisânias tetrarca de Abilene, sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio a palavra de Deus a João, filho de Zacarias, no deserto." - Lucas 3:1-2

Este João era João Batista, que por sua própria declaração é o precursor de Jesus:

"respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade, vos batizo em água, mas vem aquele que é mais poderoso do que eu, de quem não sou digno de desatar a correia das alparcas; ele vos batizará no Espírito Santo e em fogo. A sua pá ele tem na mão para limpar bem a sua eira, e recolher o trigo ao seu celeiro; mas queimará a palha em fogo inextinguível.'" - Lucas 3:16-17

Neste momento, ou assim podemos supor, veio Jesus, pedindo para ser batizado:

"Quando todo o povo fora batizado, tendo sido Jesus também batizado, e estando ele a orar, o céu se abriu; e o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como uma pomba; e ouviu-se do céu esta voz: Tu és o meu Filho amado; em ti me comprazo. Ora, Jesus, ao começar o seu ministério, tinha cerca de trinta anos..." - Lucas 3:21-23

O Imperador Romano Tibério Claudius Nero assumiu o cargo em 14 AD. O décimo quinto ano de Tibério seria, portanto, 29 dC pelo cálculo tradicional. No entanto, cerca de trinta anos de idade não é o mesmo que exatamente com trinta anos de idade. James Ussher calculou que Jesus deve ter nascido no ano assim chamado 5 aC, porque Herodes, o Grande, morreu em 4 aC, como foi confirmado por uma referência astronômica.

Genealogia

Duas genealogias são dadas para Jesus. Mateus dá a genealogia de José de Nazaré, pai adotivo de Jesus:

"Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. A Abraão nasceu Isaque; a Isaque nasceu Jacó; a Jacó nasceram Judá e seus irmãos; a Judá nasceram, de Tamar, Farés e Zará; a Farés nasceu Esrom; a Esrom nasceu Arão; a Arão nasceu Aminadabe; a Aminadabe nasceu Nasom; a Nasom nasceu Salmom; a Salmom nasceu, de Raabe, Booz; a Booz nasceu, de Rute, Obede; a Obede nasceu Jessé; e a Jessé nasceu o rei Davi. A Davi nasceu Salomão da que fora mulher de Urias; a Salomão nasceu Roboão; a Roboão nasceu Abias; a Abias nasceu Asafe; a Asafe nasceu Josafá; a Josafá nasceu Jorão; a Jorão nasceu Ozias; a Ozias nasceu Joatão; a Joatão nasceu Acaz; a Acaz nasceu Ezequias; a Ezequias nasceu Manassés; a Manassés nasceu Amom; a Amom nasceu Josias; a Josias nasceram Jeconias e seus irmãos, no tempo da deportação para Babilônia. Depois da deportação para Babilônia nasceu a Jeconias, Salatiel; a Salatiel nasceu Zorobabel; a Zorobabel nasceu Abiúde; a Abiúde nasceu Eliaquim; a Eliaquim nasceu Azor; a Azor nasceu Sadoque; a Sadoque nasceu Aquim; a Aquim nasceu Eliúde; a Eliúde nasceu Eleazar; a Eleazar nasceu Matã; a Matã nasceu Jacó; e a Jacó nasceu José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama Cristo. De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para Babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para Babilônia até o Cristo, catorze gerações." - Mateus 1:1-17

Os nomes entre Salomão e Jeconias são os nomes dos reis de Judá, exceto que Salomão foi o último rei do Reino Israel.

Enquanto Lucas dá a genealogia de Maria:

"Ora, Jesus, ao começar o seu ministério, tinha cerca de trinta anos; sendo (como se cuidava) filho de José, filho de Eli; Eli de Matate, Matate de Levi, Levi de Melqui, Melqui de Janai, Janai de José, José de Matatias, Matatias de Amós, Amós de Naum, Naum de Esli, Esli de Nagai, Nagai de Maate, Maate de Matatias, Matatias de Semei, Semei de Joseque, Joseque de Jodá, Jodá de Joanã, Joanã de Resa, Resa de Zorobabel, Zorobabel de Salatiel, Salatiel de Neri, Neri de Melqui, Melqui de Adi, Adi de Cosão, Cosão de Elmodã, Elmodão de Er, Er de Josué, Josué de Eliézer, Eliézer de Jorim, Jorim de Matate, Matate de Levi, Levi de Simeão, Simeão de Judá, Judá de José, José de Jonã, Jonã de Eliaquim, Eliaquim de Meleá, Meleá de Mená, Mená de Matatá, Matatá de Natã, Natã de Davi, Davi de Jessé, Jessé de Obede, Obede de Boaz, Boaz de Salá, Salá de Nasom, Nasom de Aminadabe, Aminadabe de Admim, Admim de Arni, Arni de Esrom, Esrom de Farés, Farés de Judá, Judá de Jacó, Jacó de Isaque, Isaque de Abraão, Abraão de Tará, Tará de Naor, Naor de Seruque, Seruque de Ragaú, Ragaú de Faleque, Faleque de Eber, Eber de Salá, Salá de Cainã, Cainã de Arfaxade, Arfaxade de Sem, Sem de Noé, Noé de Lameque, Lameque de Matusalém, Matusalém de Enoque, Enoque de Jarede, Jarede de Maleleel, Maleleel de Cainã, Cainã de Enos, Enos de Sete, Sete de Adão, e Adão de Deus." - Lucas 3:23-38

José ser listado no lugar de Maria era um procedimento comum na época. O resto dos nomes são bem-atestados a partir de Ruth e do Gênesis, com uma exceção: o ancestral chamado Cainã entre Arfaxade e Sala é atestado na Septuaginta, mas não no Texto Massorético do Gênesis.

Profecias do Antigo Testamento

Profecia do Antigo Testamento sobre Cristo Cumprimento no Novo Testamento por Cristo Tema profético
Genesis 3:15 Lucas 22:53 Satanás contra Jesus
Genesis 3:15 Hebreus 2:14 e 1João 3:8 A vitória de Jesus sobre Satanás
Genesis 12:3 Atos 3:25 e Galatas 3:8 Gentios abençoadas por meio de Cristo como a semente de Abraão
Genesis 13:15 Galatas 3:15-16 e Galatas 3:19 Messias, como a descendência de Abraão
Genesis 14:18-20 Hebreus 7 O sacerdócio de Jesus de acordo com a ordem de Melquisedeque
Genesis 18:18 Atos 3:25 e Galatas 3:8 Gentios abençoadas por meio de Cristo como a semente de Abraão
Genesis 22:18 Atos 3:25 e Galatas 3:8 Gentios abençoadas por meio de Cristo como a semente de Abraão
Genesis 25:4 Atos 3:25 e Galatas 3:8 Gentios abençoadas por meio de Cristo como a semente de Abraão
Genesis 49:10 Lucas 1:32-33 Governante vindo de Judá
Exodo 12-13 e Exodo 14:1-46 João 19:31-36 , 1Corintios 5:7 e 1Pedro 1:19 O Messias, como o Cordeiro Pascal
Exodo 16:4 João 6:31-33 Messias para dar o verdadeiro pão do céu
Exodo 24:8 Hebreus 9:11-28 O sangue do Messias para ser derramado como sacrifício
Levitico 16:15-17 Romanos 3:25 , Hebreus 9:1-14 , Hebreus 9:24 e 1João 2:2 Sacrifício expiatório de sangue
Numeros 21:8-9 João 3:14-15 Vida através do olhar para um em uma cruz
Levitico 16:15-17 Romanos 3:25 , Hebreus 9:1-14 , Hebreus 9:24 e 1João 2:2 Sacrifício expiatório de sangue
Numeros 24:17 Lucas 1:32-33 Governante vindo de Jacob
Numeros 24:17 Apocalipse 22:16 Estrela saindo de Jacob
Deuteronomio 18:27 João 6:14 , João 12:49-50 e Atos 3:22-23 Vinda do profeta enviado por Deus
Deuteronomio 21:23 Galatas 3:13 Messias amaldiçoado por ser pendurado em uma árvore
Deuteronomio 30:12-14 Romanos 10:6-8 Jesus é a palavra de Deus perto de nós
2Samuel 7:14 Hebreus 1:5 Messias para ser o Filho de Deus
2Samuel 7:16 Lucas 1:32-33 e Apocalipse 19:11-16 Filho de Davi como rei eterno
Salmos 2:7 Mateus 3:17 , Mateus 17:5 , Marcos 1:11 , Marcos 9:7 , Lucas 3:22 , Lucas 9:35 , Atos 13:33 e Hebreus 1-5 Deus endereçando a seu Filho
Salmos 2:9 Apocalipse 2:27 Messias vindo para governar as nações com poder
Salmos 8:2 Mateus 21:16 Crianças a louvar o Filho de Deus
Salmos 8:6 1Corintios 15:27-28 e Efesios 1:22 Tudo sujeito ao Filho de Deus
Salmos 16:8-11 Atos 2:25-32 , Atos 13:35-37 Filho de Davi para ser ressuscitado dentre os mortos
Creationwiki pool logo.png
A Mídiateca da CriaçãoWiki tem mídia relacionada a
Jesus Cristo

Referências

  1. Habermas, Gary R. The Historical Jesus - Ancient Evidence for the Life of Christ (em inglês). Joplin, Missouri: College Press Publishing Company, 1996. ISBN 978-089900732-8
  2. Biblical Prophecies of Jesus Fulfilled
  3. Merriam-Webster. Resurreição. Página visitada em 10 de abril de 2012.

Referências adicionais

Ligações externas

Referências