Literatura

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

A literatura é a arte de trabalhos escritos e significa "familiarizar com as letras". A literatura tem duas categorias principais que são, poesia e prosa.

História

A tabuleta babilônica do dilúvio da Epopéia de Gilgamesh.

O Épico de Gilgamesh é uma estória babilônica do personagem heróico Gilgamesh e seu amigo Enkidu. Foi provavelmente escrito durante a Terceira Dinastia de Ur (2150-2000 aC). O texto do Épico de Gilgamesh está disponível online em inglês em sua totalidade.

É também uma das mais primeiras obras escritas disponíveis para estudo hoje. Muita literatura antiga estudada hoje tem origem nas histórias orais que se desenvolveram dentro de culturas orais em lugares tão antigos como Índia e Palestina.

Crítica Literária

A crítica literária é o estudo e avaliação da literatura. Geralmente inclui teoria literária que é mais a filosofia da crítica literária analisando os métodos de interpretação. A crítica literária moderna começa com a teoria da comunicação de Roman Jakobson consistindo de emissor, mensagem e receptor. Para que haja uma comunicação entre emissor e receptor ambos devem estar usando o mesmo código. Esse nível básico de entendimento articula os princípios básicos que toda a teoria da comunicação se baseia. No contexto mais amplo da história, dentro da retórica durante a antiguidade clássica e, especialmente na antiga biografia, a crítica literária deveria ser abordada por uma crítica literária histórico-crítica robusta que inclui a crítica retórica como necessária para a interpretação bem-sucedida.[1]

Exegese

A exegese (do Grego: ἐξηγεῖσθαι, exēgēisthai; "Nome significa::que lideremos") é uma exposição crítica, comentário ou interpretação da literatura antiga especialmente livros religiosos, como a Bíblia ou o Alcorão.[2] O oposto de uma leitura exegética da Escritura é a eisegese e em vez de ler o que o texto apresenta claramente se lê no texto aquilo pelo qual o leitor é influenciado.

Gêneros

O gênero literário de qualquer texto é importante porque não só diz ao leitor que tipo de literatura ela é, mas também informa ao leitor a respeito de como lê-la e o que esperar dela. Um gênero é uma categoria da forma como um texto em particular é escrito. Gêneros literários são inerentemente flexíveis e muitas vezes têm subgrupos ou sub-gêneros, como são chamados. O gênero literário é caracterizado pelo tom dos escritores, a técnica e o conteúdo real que o autor deseja transmitir.

Em outras palavras, para interpretar textos antigos, precisamos entender a retórica em seu sentido mais amplo, ou seja, todas as convenções e expectativas que teriam sido utilizadas pelos autores e leitores literários. A principal delas é o gênero: qual é a natureza da literatura em consideração?[1]

Tipos de gêneros não-ficção;

Referências

  1. 1,0 1,1 Stanley E. Porter, Handbook of Classical Rhetoric in the Hellenistic Period, 330 B.C.-A.D. 400 (Brill Academic Publishers 2001), pg. 372
  2. exegesis. (n.d.) The American Heritage® Dictionary of the English Language, Fourth Edition. (2003). Obtido em 04 agosto de 2011 a partir de [1]

Ligações externas