Apócrifos

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Apócrifos (Grego: Ἀπόκρυφα, Apokrupha; "name means::escondido"; singular: Apocryphon)[nota 1] são livros ou outras obras de literatura desde os tempos da Bíblia que não são aceitos universalmente como canônicos.[1]

Definições clássicas e modernas

Os apócrifos clássicos são os livros deuterocanônicos, escritos durante os quatrocentos anos entre o último livro do Antigo Testamento e do nascimento de Cristo. Apesar de terem uma história real e valor literário, em alguns casos, estes quatorze livros foram rejeitados como não-canônicos tanto pela fé judaica quanto pela maioria das denominações da igreja cristã. Isto é devido a alegadas imprecisões históricas, geográficas, ou literais na maioria dos casos, o ensino de doutrinas que, alegadamente, contradizem o que já foi considerado Escritura inspirada e uma falta de elementos e estruturas que dão a Escritura genuína a sua característica única.[2]

Hoje, o termo Apócrifo inclui qualquer trabalho que tenha sido rejeitado como não-canônico, por qualquer motivo, incluindo os livros deuterocanônicos (no caso das denominações protestantes) e várias outras adições propostas para o Antigo Testamento e o Novo Testamento.

Textos apócrifos por denominação

Catolicismo

A Igreja Católica Romana considera os seguintes livros como apócrifos:

Estes são os três livros não canônicos anexados à edição oficial da Vulgata.

Protestantismo

As denominações protestantes tradicionalmente incluem os livros deuterocanônicos, que são aceitos como canônicos pelo catolicismo romano e pela Ortodoxia Oriental, em sua definição de apócrifos.

Os seguintes livros são considerados apócrifos pela maioria, senão todas, denominações protestantes:

Assim como:

Apócrifos universais do Velho Testamento

Os apócrifos do Velho Testamento são também conhecidos como os Pseudepígrafos do Velho Testamento. Pseudepígrafo vem do Grego: τα ψευδεπίγραφα, ta pseudepigrapha e significa "com inscrição falsa".[3] O termo foi usado no século II por Serapião, quando se referiu aos Pseudepígrafos do Novo Testamento (Eusébio, HE 6.12)[4]

Apocalipses

Apócrifos lendários

Salmos e orações apócrifas

Filosofia

Com acréscimos cristãos

Apócrifos do Novo Testamento

A noção de apócrifo neotestamentário não é fácil de se precisar. De forma geral se pode incluir nesta categoria todos os escritos que desenvolvem temas análogos aos do Novo Testamento pretendendo de forma mais ou menos velada arrogar-se de caráter sagrado e equiparar-se aos livros que a igreja cristã tem por inspirados.[5] Muito do material que dispomos hoje vem das descobertas em Nag Hammadi onde vários apócrifos neotestamentários foram descobertos.[6]

Evangelhos apócrifos

Judaizantes

Gnósticos

Atos Apócrifos dos Apóstolos

Epístolas apócrifas

Apócrifos apostólicos

Miscelânia

Notas

  1. Este têrmo servia na antiguidade para designar os livros que se destinavam ao uso privado dos adeptos de uma seita ou iniciados em algum mistério. Citado em Otero, Aurelio de Santos,. Los Evangelios Apocrifos (em espanhol). 6ª ed. Madrid: La Editorial Catolica - Biblioteca de Autores Cristianos, 1988. p. 1. ISBN 84-220-1341-X

Referências

  1. About the Apocrypha - What is the "Apocrypha?. Christian Classics Ethereal Library. Página visitada em 15 de Julho de 2012.
  2. Unger, Merrill F. Introductory Guide to the New Testament. Grand Rapids, MI: Zondervan, 1951, p. 70.
  3. In: Charlesworth, James H. The Old Testament Pseudepigrapha (em inglês). Peabody, Massachusetts: Hendrickson Publishers, 1983. p. xxiv. 2 vol. vol. 1. ISBN 978-1-59856-491-4
  4. Eusébio de Cesaréia. História Eclesiástica: Os primeiros quatro séculos da Igreja Cristã. Rio de Janeiro, RJ: Casa Publicadora das Assembléias de Deus, 1995. p. 213-214. ISBN 85-263-0251-5
  5. Otero, Aurelio de Santos,. Los Evangelios Apocrifos (em espanhol). 6ª ed. Madrid: La Editorial Catolica - Biblioteca de Autores Cristianos, 1988. p. 1. ISBN 84-220-1341-X
  6. In: Meyer, Marvin. The Nag Hammadi Scriptures (em inglês). New York: HarperOne, 2007. p. 1-13. ISBN 978-0-06-162600-5

Ver também

Ligações externas