Apologista

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
(Redireccionado de Apologista bíblico)

Um apologista é uma pessoa que argumenta para defender ou justificar alguma política, crença ou instituição. Portanto, a apologética bíblica envolve a defesa da Bíblia, a apologética cristã está preocupada com a defesa da fé cristã e a apologética criacionista está focada na defesa da criação. Dentro destas aplicações focadas de apologética, um certo número de campos têm surgido.

Campos dos apologistas

Apologistas das profecias

A profecia bíblica é usado como um argumento pela Bíblia. Peter Stoner, que é o autor do trabalho Science Speaks, que defende a precisão e notabilidade da profecia bíblica, é frequentemente citado pelas obras apologéticas cristãs no que diz respeito à profecia bíblica.[1]

Apologistas históricos

Muitas obras foram criadas argumentando que a fé bíblica é historicamente plausível. Eruditos como o de hoje Gary Habermas, F. F. Bruce, Michael Grant, Kenneth Kitchen, e William Lane Craig são os estudiosos mais amplamente lidos que defendem a historicidade da Bíblia. [2][3][4] Além disso, o escritor de apologética cristã Josh McDowell produziu obras que defendem a historicidade da Bíblia e suas obras desfrutam de uma vasta audiência.

No período entre 1800 e meados de 1900, houve uma série de apologistas bíblicos que defenderam a historicidade da Bíblia, tais como: William Mitchell Ramsay (1851-1939), William Henry Green (1825 - 1900), James Orr (1844-1913)[5], Robert Dick Wilson (1856–1930)[6][7], e Oswald T. Allis (1856-1930).

Apologistas legais

Inúmeros argumentos têm sido formuladas por doutrinadores, como Simon Greenleaf, John Warwick Montgomery e outros afirmando que as normas legais ocidentais argumentam a favor da historicidade da ressurreição de Cristo. [8][9][10] Além disso, as declarações das autoridades legais sobre a historicidade da ressurreição de Cristo são citadas. [11]

Apologistas da inerrância

Os estudiosos que se envolveram na defesa da doutrina da infalibilidade da Bíblia incluem: Robert Dick Wilson, Gleason Archer, Norman Geisler, e R. C. Sproul. Há também uma série de ministros cristãos que incidem sobre a questão da infalibilidade da Bíblia no que diz respeito aos versículos específicos. [12][13][14]. Alguns estudiosos que defenderam a autoria e a data de livros bíblicos, juntamente com outras defesas da Bíblia incluem: Kenneth Kitchen, John Wenham, e o arqueólogo Bryant G. Wood. A obra de John Wenham Redating Matthew, Mark and Luke é bem visto por aqueles que apóiam a hipótese agostiniana, que é uma visão tradicional da autoria do Evangelho. F. F. Bruce é um estudioso que defendeu o cânon bíblico.

Apologistas notáveis

Modernos

Primeiros

No período entre 1800 e meados de 1900 AD, houve uma série de apologistas que defenderam a historicidade do Bíblia, tais como:

Por favor use a Predefinição:Biografias para formatar novas páginas de biografias.


Ligações externas

Apologética histórica

Apologética legal