Ciência natural

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
(Redireccionado de Ciências naturais)

A ciência natural designa os ramos da ciência que tratam estritamente com o mundo natural por métodos científicos empíricos.[1] Ela inclui tanto a ciência física e as ciências da vida da biologia. A ciência social no entanto, é diferente da ciência natural, porque ela tenta compreender o comportamento humano, a mente e os padrões sociais, em vez do mundo natural. A epistemologia que suporta apenas as ciências naturais como a maneira de conhecer a verdade é chamada cientificismo e domina o pensamento do ateísmo dos séculos 20 e 21.

Ramos das ciências naturais

Astronomia

A astronomia é o estudo científico da matéria no espaço sideral com o objetivo de determinar ou medir as propriedades de objetos distantes, tais como distâncias, posições, dimensões, distribuição, magnitudes, movimento, composição, condição física, energia, evolução, e as causas de seus vários fenômenos. A Astronomia da criação difere apenas na medida em que tenta explicar fenômenos estelares a partir do pressuposto de que os corpos celestes foram criados por Deus. A maioria dos criacionistas também elaboram a partir de textos religiosos como a Bíblia para discernimento.

Biologia

A Biologia é a disciplina científica que estuda os processos da vida ou características de organismos vivos, incluindo sua estrutura, função, crescimento, origem, distribuição e evolução. A palavra Biologia vem das palavras gregas βιος - bios = vida e λογος - logos = que basicamente significa "o estudo da".

O criacionismo biológico é a doutrina ou crença de que os vários tipos de seres vivos foram criados e por isso não são o produto de um processo naturalista. O criador é geralmente identificado como Deus. É, portanto, filosoficamente contrário ao evolucionismo. Uma vez que a teoria da evolução se encontra como parte integrante de toda a biologia secular, é fundamental que os criacionistas tenham um conhecimento aprofundado desta disciplina científica.

Química

A química é o ramo da ciência preocupado com a composição, propriedades e estrutura da matéria, e como as diferentes substâncias reagem em conjunto. É o estudo das mudanças que a matéria sofre tanto para ganhar conhecimento, como na 'química pura', ou para aplicá-la a um objetivo específico, como na 'química aplicada'.[2]

Há cinco áreas tradicionais de estudo em química. Elas incluem orgânica, inorgânica, bioquímica, analítica e física. Há um número de cientistas criacionistas envolvidos em cada uma das diferentes áreas de estudo. Um dos pais fundadores da química era criacionista Robert Boyle a quem a química moderna deve enorme gratidão por seu trabalho, escritos e pesquisa. Boyle amava a verdade de Deus, que o ajudou a ver os grandes erros da teoria alquímica que estava dificultando o desenvolvimento do que é agora a química científica.[3]

Física

A Física é a ciência da matéria e da energia e das interações entre as duas. Enquanto a princípio isso possa parecer simples, as interações entre matéria e energia não são sempre simples. Esta situação é agravada pelo fato de que matéria e energia foram demonstradas ser manifestações da mesma coisa, e que elas afetam tanto espaço e tempo.

A um grande grau a física lida com os detalhes de como o universo funciona. Por exemplo a física quântica mostra que o universo é indeterminado em seu nível mais fundamental, que é consistente com a idéia bíblica de que Deus controla e sustenta o universo. Na verdade a indeterminação em um nível fundamental é, na verdade prevista pela idéia de um universo controlado e sustentado por Deus.

Referências

  1. Natural science By Merriam-Webster Online Dictionary
  2. Wilbraham, Antony C., Dennis D. Staley, Michael S. Matta, and Edward L. Waterman. Chemistry. Boston: Pearson Prentice Hall, 2008. pg 9
  3. Boyle, Robert Wolfram Research

Ligações externas

Ver também