Archaeoraptor

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
O falso fóssil do Archaeoraptor

Archaeoraptor é uma espécie controversa extinta de ave. Este fóssil estranho tinha dedos com garras, dedos, dentes, uma cauda, e penas. É do tamanho de um peru pequeno e se supôs ser o elo perdido de transição entre um dinossauro para um pássaro por alguns evolucionistas.

Embora muitos afirmem que ele seja um dinossauro com asas, é um pássaro completamente desenvolvido e não um elo perdido. Ele tem ombros como de pássaro e uma fúrcula. Ele também contém uma grande esterno. Ele tem muito pouca semelhança com a família raptor, compartilhando apenas a cauda em comum com outros raptores. Apesar de ter sido descoberto como fraude, alguns dizem que o fóssil é ainda um importante achado. Permanece nos livros de texto dizendo que é relacionado a outros organismos.

A Fraude

Artigo da National Geographic que mais tarde foi provado ser falso.

Em novembro de 1999 um artigo impreciso sobre o Archaeoraptor foi escrito pela National Geographic intitulado "Feathers for T. Rex?".[1] Neste artigo eles alardearam a descoberta deste novo fóssil como um elo importante para a evolução dos dinossauros para pássaros. Xu Xing um cientista chinês depois suspeitou que não era autêntico. Segundo a revista National Geographic,

Com os braços de um pássaro primitivo e a cauda de um dinossauro, esta criatura encontrada na província de Liaoning, na China, é um verdadeiro elo que falta na cadeia complexa que conecta os dinossauros às aves. Os cientistas financiados pela National Geographic estudaram o animal, chamado Archaeoraptor liaoningensis, sob luz ultravioleta e utilizaram tomografia computadorizada para ver as partes do animal obscurecidas pela rocha. Estudos preliminares dos braços sugerem que era um voador melhor do que o Archaeopteryx, a primeira ave conhecida. Sua cauda, no entanto, é muito semelhante às caudas rígidas de uma família de dinossauros predadores chamada dromaeosaurus. Esta combinação de características avançadas e primitivas é exactamente o que os cientistas esperariam encontrar em dinossauros experimentando o vôo.(Christopher P. Sloan)[1]

De volta na década de 90 era bem sabido que muitos destes achados arqueológicos eram roubados e vendidos no mercado negro. Constatou-se também que muitos dos fósseis eram misturados a medida que eram vendidos. Um cientista bem confiável chinês chamado Dr. Xu Xing começou a investigar. Em sua investigação, ele encontrou uma cauda correspondendo exatamente a do Archaeoraptor criando assim o ceticismo neste fóssil. Constatou-se também que o Archaeoraptor consistia em mais do que um organismo.

Os cientistas iriam provar a falsidade do fóssil ao executar testes, onde eles usaram tomografias e descobriram que a cauda e as pernas não correspondem à parte superior do corpo. A maioria dos fósseis podem ser vistos intactos, mas este tinha a aparência de ser do tempo dos dinossauros, contudo, parecia que tinha sido colado em suas partes. A parte superior do fóssil parecia que tinha sido projetada com 30 peças individuais.[2]

Alguns fatos adicionais que o Dr. Xu Xing encontrou foi na comparação dos dois fósseis semelhantes encontrados. Ambos tinham algumas características idênticas, como uma rachadura na cauda, ​uma ​linha pontilhada amarela ao lado da seção da cauda, e alguns pequenos buracos que indicavam que havia sido sido dividida ao meio.

Isto fundamentou a dúvida e, mais tarde, seria descoberto que o cientista não tinha tido tempo para autenticar os resultados, ou que a National Geographic Society não fez seus trabalhos de casa também. Isto criou um burburinho grande e muitos artigos demonstraram descrédito em relação a National Geographic. Um colunista escreveu, "A National Geographic chegou a seu pior momento histórico ao se engajar em um jornalismo de tablóide sensacionalista" como escrito por Storrs L. Olson da Smithsonian Institution.[3] Muitos afirmam que a fraude do Archaeoraptor foi um erro e não um ato de alguém que tentou trapacear para se tornar famoso.[4].

Outros problemas

Podemos dizer que a importância desta descoberta científica é que mais cientistas irão temer a probabilidade de estarem errados. Criando assim fatos atrasados, erros caros e humilhação. Nem tudo pode ser responsabilizado por suposições errôneas.

Alguns dos problemas são monetários. Pode-se dizer que as expectativas do público em histórias inimagináveis e inovadoras trazem dinheiro, assim, há uma corrida publicitária para serem os primeiros a imprimir uma descoberta surpreendente. Mesmo que não tenha sido autenticada. Outra suposição monetária pode ser a farsa e mais uma vez os lucros no mercado negro que podem trazer riquezas para aqueles que estão dispostos a assumir o risco, e fazer um dinheirinho rápido.

Alguns problemas, porém, pode ser devido a falta de recursos para criar outro efeito que pode ou não derivar de questões monetárias. Com certeza financiamento de curto pode criar uma equipe pequena, e não conseguir equipamento suficiente, mas alguns são devido à cobrança indevida ou negligente do processo de escavação. Outros são devido a limitações de tempo, e se o projeto está com o cronograma em dia.

Independentemente disso, os problemas estavam lá, mas ninguém estava disposto a tomar tempo para pesquisar antes de ir a público.

Transições de dinossauros para aves

Embora o Archaeoraptor tenha sido uma farsa a sua contra-parte, o Archaeopteryx, não foi. O Archaeopteryx foi uma ave viva de verdade. Embora muitos como dinossauros com penas têm sido descritas, nenhum deles foi demonstrado como sendo formas de transição válidas. A própria Bíblia proclama que todos os animais terrestres, incluindo o homem, foram criados no sexto dia, mas as aves no quinto dia.[1]

Os Criacionistas e os evolucionistas ambos concordam que há alguns problemas com transições de dinossauro para aves. Alan Feduccia afirmou que existem diferenças significativas entre a estrutura embrionária do polegar e também em como os pulmões são moldados. Ele afirmou também que "dinossauros têm exatamente a anatomia errada para o desenvolvimento de vôo, com suas caudas e grandes patas traseiras e membros anteriores curtos"[5][2]

Às vezes, o método de datação é errado ou incorrecto, às vezes eles obtém a data que é mais velha do que alguns dinossauros. Em outros momentos, eles obtém uma data que é mais jovem do que sua alegada segunda forma de transição reivindicada. Este é apenas mais um ponto que comprova a Criação.[3]

Creationwiki evolution portal.png
Navegar


Referências

  1. 1,0 1,1 Sloan, Christopher P.. (novembro 1999). "Feathers for T. Rex?" (em inglês). National Geographic 196 (5): 99-107. Washington, D.C.: National Geographic Society. ISSN 0027-9358.
  2. Jackson, Jared. Archaeoraptor Update: “Piltdown Bird”. Christian Courier. Página visitada em 25 de Agosto de 2012.
  3. Evolution Fraud. Página visitada em 25 de Agosto de 2012.
  4. Archaeoraptor. Página visitada em 25 de Agosto de 2012.
  5. Sarfati, Jonathan (2000). "'Birdosaur' beat-up". Creation 22 (2) pp. 54–55.

Referências adicionais

Criacionistas

Secular

Ligações externas

Ver também