Monstro de Espaguete Voador

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
(Redireccionado de Flying Spaghetti Monster)
Flying spagetti monster.jpg

O Monstro de Espaguete Voador (em inglês, Flying Spaghetti Monster) é um personagem fictício inventado para fazer uma paródia com Deus, que se tornou popular em círculos anticriacionistas e anti-Design Inteligente. Ele foi criado em 2005 para protestar contra a decisão do Conselho Estadual de Educação do Kansas de exigir o ensino de design inteligente.

Intenção, comparações e contrastes

A intenção da paródia é ridicularizar a ideia do Design Inteligente (DI) que está sendo ensinado nas escolas, afirmando que se o DI é ensinado, a criação do mundo pelo Monstro de Espaguete Voador tem igual direito a ser ensinado também. A paródia erra o alvo, no entanto, quando ela negligencia alguns fatores-chave que a tornam diferente do Design Inteligente.

A tabela seguinte compara e contrasta uma série de semelhanças e diferenças entre o Monstro de Espaguete Voador, a evolução o Design inteligente, e o modelo da criação.

Monstro de Espaguete Voador Evolução Design Inteligente Criacionismo
Pretendido como paródia Pretendido como ciência Pretendido como ciência Pretendido como um modelo teológico do design inteligente
Criador (o próprio Monstro de Espaguete Voador) assumido que existe e identificado Criador assumido não existir Criador (designer) inferido a partir da evidência, mas não identificado Criador assumido existir e especificamente identificado
Evidência para a evolução reivindicada ter sido plantada pelo criador Evidência para a evolução não é para ser questionada Evidência para a evolução desafiada com argumentos acadêmicos Evidência para a evolução desafiada com argumentos acadêmicos
Criador faz as coisas parecerem mais velhas do que elas são como um teste de fé Aceita idades uniformitarianas Geralmente aceita idades uniformitarianas Rejeita as idades uniformitarianas como baseada em pressupostos improváveis
Não tem apoio genuíno na comunidade científica Tem o apoio da vasta maioria dos cientistas Tem o apoio de (pelo menos) milhares de cientistas Tem o apoio de (pelo menos) milhares de cientistas
Não tem elementos comprovativos Tem elementos comprovativos que são altamente contestados Tem elementos comprovativos Tem elementos comprovativos
Poster do Monstro de Espaguete Voador exibido pelos ateus, humanistas e agnósticos da University of Wisconsin–Madison foi exibido no edifício do Capitólio de Wisconsin durante a temporada de Natal de 2013. Para a exibição do Becket Fund for Religious Liberty chamado de Wisconsin Department of Administration o vencedor do Prêmio de Ebenezer de 2013.[1]
O monstro de espaguete voador usado em uma paródia da obra de Michelangelo A criação de Adão.

Anticriacionistas e proponentes anti-DI repetidamente "esquecem" que as pessoas que propõem o ensino do Design Inteligente e/ou a criação nas aulas de ciências estão realmente propondo que a evidência científica consistente com estes pontos de vista sejam ensinadas. Propor ensinar outras "teorias" que não têm evidência científica significativa não é uma situação equivalente, mas simplesmente um caso de recusar-se a resolver os problemas. Esta falta de equivalência faz com que o Monstro de Espaguete Voador um exemplo da falácia do espantalho.

Referências

  1. ‘Flying Spaghetti Monster’ earns Wisconsin dubious award World Magazine, 24 de dezembro de 2013.