Anticriacionismo na mídia

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Imagem de tela do Family Guy (Uma Família da Pesada).

A crença no criacionismo bíblico, e, em particular, a crença de que a Terra tem de 6000 a 10.000 anos é ridicularizada pelas notícias, programação educacional e cultura popular.. Exemplos de anticriação na cultura popular podem ser encontrados em programas como Os Simpsons (The Simpsons), Família Soprano (The Sopranos), Uma Família da Pesada (Family Guy), e South Park, onde o criacionismo é retratado como uma crença que só é mantida por pessoas incapazes de pensar por si mesmas.

Os Simpsons

No Os Simpsons, há um episódio em que o personagem Ned Flanders, um cristão devoto, entra em um museu de ciências naturais, e ele fica chocado ao ver que eles estão promovendo a evolução. Ele então vê um display marcado "o indiscutível registro fóssil". Ned esconde os olhos de seus filhos e tenta arrastá-los para fora do museu, e depois reclama ao reverendo Lovejoy sobre o museu.

Erros

Este episódio tenta apresentar o registro fóssil como prova "indiscutível" da evolução, mesmo que não contenha formas de transição, e, portanto, não fornece evidências para a evolução.

Ele também retrata a ciência da criação como simplesmente a crença de que "Deus criou". Na realidade, os cientistas criacionistas envolvem-se em ciência testável, observável e repetível, enquanto abordam seu trabalho a partir da crença de que Deus criou o universo. O próprio criacionismo, como a evolução, não pode ser provado ou refutado pela ciência. Porque Deus não se dedica mais aos atos de criação, o ato de criação universal não pode ser testado.

Uma Família da Pesada (Family Guy)

Em Uma Família da Pesada, a ciência da criação é novamente retratado simplesmente como a crença de que "Deus criou". Peter Griffin zomba dos crentes do criacionismo ou do Design Inteligente ao sugerir que eles não entendem as afirmações feitas pelos evolucionistas. Especificamente, ele diz que eles pensam que a Teoria da Evolução é "um organismo individual que fica melhor e melhor".

Ambos criacionistas e evolucionistas concordam com uma "mudança na frequência dos alelos" ao longo de gerações sucessivas; dizer que os criacionistas não concordam com isso é uma extensão da imaginação. Onde criacionistas e evolucionistas discordam é que evolucionistas acreditam que mutações, que distorcem a informação genética, são responsáveis pela diversidade encontrada entre todas as formas de vida. Os criacionistas contrapõem essa afirmação apontando que todas as mutações que foram estudadas até hoje diminuíram a informação genética funcional.

Família Soprano (The Sopranos)

Em um episódio da série gangster Família Soprano, O chefe da máfia Tony Soprano está no hospital se recuperando de um ferimento à bala, onde é visitado por um jovem ministro evangélico. O ministro é retratado como um tolo ignorante; ele usa um livro de dinossauro que Tony tinha para tentar explicar que os dinossauros não viveram milhões de anos atrás porque "a Bíblia diz que isso não é verdade." Tony pergunta a ele como Adão e Eva poderiam ter vivido no Jardim do Éden com um tiranossauro carnívoro e, em vez de explicar que os tiranossauros teriam sido vegetarianos naquela época, em vez disso, lhe dá um livro e sai. O show tenta doutrinar os espectadores com a idéia de que todos os evangélicos são irracionais e ignorantes, e além disso, eles são incapazes de debater. Tony então fala com um engenheiro ateu, e o engenheiro (claro) é retratado como racional e científico, e convence Tony de que todas as coisas estão conectadas e que tudo que o criacionismo propõe é falso. Tony quer ouvir mais, mas o engenheiro está indo para a cirurgia para que sua laringe (caixa de voz) seja removida; uma metáfora por parte dos escritores para demonstrar como a voz da "razão" está sendo silenciada na cultura de hoje, que é uma contradição óbvia à realidade de que a evolução é apoiada por muitos, enquanto o criacionismo é a crença que é suprimida.

South Park

Em um episódio de South Park, um professor se recusa a ensinar a evolução, mas acaba sendo forçado a fazê-lo e ridiculariza a crença. Richard Dawkins mais tarde faz uma aparição no episódio.

Ligações externas

Ver também

Ligações externas