Dias da criação

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Translation Latin Alphabet.png
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Hopetoun falls.jpg

Os dias da criação foram a seqüência de seis dias durante os quais Deus criou o cosmos, a Terra, bem como a vida (especificamente plantas, animais, e seres humanos). Os eventos são descritos nos dois primeiros capítulos do livro bíblico do Gênesis. Os dias da criação foram seguidos por um único dia de repouso, que é a base para a semana de sete dias de trabalho que é utilizado pela maioria das pessoas na terra.

O relato do primeiro capítulo do Gênesis descreve os componentes que foram criados por Deus em cada um dos seis dias. Muitas pessoas argumentam que estes "dias" não devem ser vistos como literais períodos de 24 horas. No entanto, não só é muito razoável supor que a leitura literal destas passagens deve ter lugar, existem inúmeros indicadores textuais que apoiam a leitura mais simples. Também é importante reconhecer que Deus criou o tempo e a língua, e descreveu esses acontecimentos em termos que definem claramente a duração do tempo envolvido.

Visões Contrastantes

A posição do criacionismo da Terra jovem compreende os dias da criação como períodos literais de 24 horas de tempo. Estes eventos são entendidos para abranger a criação de tudo - desde o início do universo ao aparecimento do homem, como descrito pelo próprio Deus nos Dez Mandamentos:

Porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo que neles há... Êxodo 20:11

O dilúvio dos tempos de Noé também é considerado como um evento global responsável pela grande maioria dos estratos de rocha que contêm fósseis, conhecidos como coluna geológica.

An old earth creationist position known as Progressive creationism or day-age creationism, holds that the account in Genesis is true, but argue that the Creation "days" were not 24-hour periods. This view is derived from an attempt to reconcile the Bible with the the secular timescale as required by the theory of evolution and secular cosmologies. Numerous supporters of this view have admitted that this is their rationale, as, for example, Pattle Pun:[1]

It is apparent that the most straightforward understanding of Genesis, without regard to the hermeneutical considerations suggested by science, is that God created the heavens and the earth in six solar days, that man was created on the sixth day, and that death and chaos entered the world after the fall of Adam and Eve, and that all fossils were the result of the catastrophic deluge that spared only Noah’s family and the animals therewith.

It is therefore believed that each "day" of creation lasted for long periods of time (an age); thus the name "day-age creationism". According to this view, the sequence and duration of the creation "days" is representative or symbolic of the sequence and duration of events that scientists theorize to have happened, such that Genesis can be read as a summary of modern science, simplified for the benefit of pre-scientific humans.

Comparação Com Visões Seculares

Although the sequence of creation events may appear superficially similar to the assertions of materialistic science, a closer look illustrates some serious incompatibilities. Events in both Big Bang Cosmology and the Theory of Evolution deviate sharply from those described in the Biblical creation.

Sequência pela evolução Sequência pela criação
Sol/estrelas existiam antes da Terra Terra criada antes do Sol/estrelas
O Sol é a primeira luz da Terra Luz na Terra antes do sol
Primeira vida era organismos marinhos Primeira vida era plantas terrestres
Os répteis são anteriores aos pássaros Os pássaros são anteriores aos répteis terrestres
Land mammals predate whales Whales predate land mammals
Os humanos viveram e morreram antes de Adão Adão foi o primeiro homem, e a morte seguiu seu pecado.

Significado de "dia"

A palavra "dia" (Hebraico: Yom = יוֹם) pode ter um de vários significados e é usada variavelmente na Bíblia.[2] A definição exata da palavra é derivada do contexto no qual ela é usada pelo autor. Alguns dos significados inclui:

  1. Um conceito geral ou vago de tempo.
  2. Um período de um ano.
  3. Um período de luz em um ciclo de dia/noite.
  4. Um período de 24 horas.
  5. Um ponto específico no tempo.

Progressive creationists argue in favor of a non-literal (non-24 hour) interpretation of the word "Day" in Genesis 1. It is generally held the Hebrew word Yom may represent vast periods of time.[3] However, how the word is used in each case depends on the context, and there are several indicators that ordinary days are intended. For example, the author of Genesis described the events with specific details that clarify what is meant. The length of time in question is defined and reinforced in each case with the phrase "And there was evening, and there was morning". This added notation makes clear to all who read these passages that the author intended to convey to the reader the meaning that each day of the creation week was equivalent to an ordinary solar day (24-hour period of time). In addition, the word yom, just like the word day in English, only ever means an ordinary day when used with a number, as is the case in Genesis 1.

Further support lies with how the word "Day" is used elsewhere in scripture. In every instance where a day is described in the Bible using this terminology outside of Genesis, it always means an ordinary day.

  • Day, plus a Number is used 410 times (in plural or singular), and always means an ordinary day.
  • Evening and Morning, together without Day, is used 28 times, and always means an ordinary day.
  • Evening, or Morning, with Day, is used 23 times, and always means an ordinary day.
  • Night, with Day, is used 52 times and always means an ordinary day.[4]

In The Genesis Record, Henry Morris states:

The terms “evening” (Hebrew ereb) and “morning” (Hebrew boqer) each occur more than one hundred times in the Old Testament, and always have the literal meaning - that is, the termination of the daily period of light and the termination of the daily period of darkness, respectively. Similarly, the occurrence of “day” modified by a numeral (e.g., “third day”) is a construction occurring more than a hundred times in the Pentateuch alone, always with the literal meaning.[5]

Gramática

Muitos argumentam que os primeiros capítulos de Gênesis são poéticos, ao invés de narrativa histórica, e não devem ser interpretados literalmente. Jonathan Sarfati comenta sobre o estilo literário usado em Gênesis:

A gramática Hebraica de Gênesis mostra que Gênesis 1–11 tem o mesmo estilo literário que Gênesis 12–50, que ninguém duvida que é narrativa histórica. Por exemplo, os primeiros capítulos de Gênesis frequentemente usam a construção chamada o ‘waw consecutivo,’ usualmente um indicador de sequência histórica. Gênesis 1–11 também tem várias outras marcas de narrativa histórica, como ‘partículas acusativas’ que marcam os objetos dos verbos, e termos que frequentemente são definidos cuidadosamente. E a gramática do verbo Hebraico de Gênesis 1 tem uma característica particular que se encaixa exatamente no que seria esperado se ele estivesse representando uma série de eventos passados. Isso é, apenas o primeiro verbo é perfeito (um tipo chamado qatal), enquanto os verbos que continuam a narrativa são imperfeitos (um tipo chamado wayyiqtol ou waw consecutivo). Em Gênesis 1, o primeiro verbo é bara (criou), que é perfeito, enquanto os verbos subsequentes que avançam a narrativa são imperfeitos. Mas paralelismos, que são característicos da poesia Hebraica, estão ausentes em Gênesis, exceto onde pessoas são citadas, e.g., Gênesis 4:23. Se Gênesis fosse verdadeiramente poético, usaria paralelismos por toda parte.[6]

Calendar Week

Another argument for a literal interpretation of the word "day" in the creation account is the calendar week. The majority of our calendar is based on astronomical events. The day is the length of time it takes for the Earth to revolve once on its axis. The month is the length of time required for the moon to orbit the Earth. And the years is based on the how long it takes for the Earth to orbit the Sun. In contrast, the week is not based on any astronomical event, but rather the creation as described in the Bible.

God states that the creation took place during seven ordinary days. In Exodus 20:11: when God inscribes the 10 Commandments on tablets of stone for Moses He says: "For in six days the LORD made the heavens and the earth, the sea, and all that is in them, but he rested on the seventh day. Therefore the LORD blessed the Sabbath day and made it holy."

It is from the creation week and the day of rest that God proclaimed, that we get our 7-day work week. God defined the creation time periods as "days", and likewise instructed us to rest after 6 days as He did.

Sequência da Criação

Dia 1 - Deus criou a Terra, o espaço, o tempo e a luz.

"No princípio, criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz. E houve luz. E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manhã: o dia primeiro." - Gênesis 1:1-5

Dia 2 - Deus criou a atmosfera.

"E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão. E assim foi. E chamou Deus à expansão Céus; e foi a tarde e a manhã: o dia segundo." - Gênesis 1:6-8

Day 3 - Deus criou a porção seca e as plantas.

"E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca. E assim foi. E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares. E viu Deus que era bom. E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente esteja nela sobre a terra. E assim foi. E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie e árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom. E foi a tarde e a manhã: o dia terceiro." - Gênesis 1:9-13

Dia 4 - Deus criou o sol, a lua, e as estrelas.

"E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para alumiar a terra. E assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para alumiar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que era bom. E foi a tarde e a manhã: o dia quarto." - Gênesis 1:14-19

Dia 5 - Deus criou as criaturas marinhas e aves.

"E disse Deus: Produzam as águas abundantemente répteis de alma vivente; e voem as aves sobre a face da expansão dos céus. E Deus criou as grandes baleias, e todo réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies, e toda ave de asas conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom. E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai, e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra. E foi a tarde e a manhã: o dia quinto." - Gênesis 1:20-23

Dia 6 - Deus criou os animais terrestres e o homem.

"E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis, e bestas-feras da terra conforme a sua espécie. E assim foi. E fez Deus as bestas-feras da terra conforme a sua espécie, e o gado conforme a sua espécie, e todo o réptil da terra conforme a sua espécie. E viu Deus que era bom. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou." - Gênesis 1:24-27

Referências

  1. Pun, P.P.T., Journal of the American Scientific Affiliation 39:14, 1987; quoted by Creation Ministries International[1].
  2. Yom Biblos.com. Accessed January 1, 2012.
  3. Samples, Kenneth. The Nature and Duration of Creation Day Six Reasons to Believe. March 12, 2007.
  4. Sarfati, Jonathan. Refuting Compromise. Greenforest AR: Master Books, 2004. p39
  5. Morris, Henry M., The Genesis Record. Grand Rapids MI: Baker Books, 1976. p64.
  6. Sarfati, Jonathan. Refuting Evolution 2. Greenforest AR: Master Books, 2002. pp43-44.

Informação Adicional

Ver também