Babbage era um criacionista (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (Babbage era um criacionista (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CA114.4:

Charles Babbage (1792-1871), um pioneiro no campo que se tornou ciência da computação, foi um criacionista.

Fonte: Morris, Henry M. 1982. Bible-believing scientists of the past. Impact 103 (Jan.)

Resposta da CreationWiki:

(citações da Talk.Origins em azul)

1. Babbage era um evolucionista teísta; De fato, foi um dos primeiros a promover a evolução teísta. Ele acreditava em um deus que criou "uma lei geral e abrangente, da qual toda forma visível, tanto no mundo orgânico como inorgânico, flui" (Babbage 1838, 50).

Esse deus, pensou ele, merece mais crédito e glória do que um deus que intervém no curso da criação. Ele citou com aprovação uma carta em que Sir John Herschel propõe que a origem de novas espécies "seria considerada natural em contradição com um processo milagroso" (Babbage 1838, 227).

Babbage também reconheceu e aceitou que a evidência geológica indica uma terra velha.

Na verdade, a massa de evidências que se combinam para provar a grande antiguidade da terra em si é tão irresistível e tão inabalável por quaisquer fatos opostos, que ninguém exceto aqueles que são igualmente incapazes de observar os fatos e de apreciar o raciocínio, pode por um momento conceber o estado atual de sua superfície ter sido o resultado de apenas seis mil anos de existência (Babbage 1838, 67-68).

O link da Talk.Origins está morto, e como resultado, nada do que a Talk.Origins afirmou aqui pode ser verificado.

2. Babbage reconheceu a prioridade da evidência sobre a revelação (Babbage 1838, v-vii). Nisso, ele estava em oposição direta aos criacionistas de hoje.

Os criacionistas de hoje também reconhecem a prioridade da evidência da revelação, ao contrário das afirmações da Talk.Origins. A Talk.Origins implica que os criacionistas simplesmente querem promover o criacionismo e não estão interessados na verdade. Esta implicação está absolutamente errada.

3. Os argumentos gerais contra a autoridade se aplicam. A validade da evolução é baseada em evidências, não no que Babbage ou qualquer outra pessoa diz, e Babbage fez a maior parte de seu trabalho antes do Origem das Espécies ter sido publicado.

Então como isso refuta a alegação de que Babbage foi um criacionista? Além disso, é irrelevante se Babbage fez a maior parte (ou a totalidade) de seu trabalho antes ou depois de a "Origem das Espécies" ter sido publicada uma vez que a evolução também estava por aí antes que a "Origem das Espécies" fosse publicada. Além disso, a validade da evolução não é baseada em evidências. Veja o nosso link respondendo a argumentos da Talk.Origins contra a autoridade para obter mais informações.