Charles Babbage

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Charles Babbage

Charles Babbage, FRS (26 de Dezembro de 1791 – 18 de Outubro de 1871) foi um matemático, filósofo, inventor e engenheiro mecânico inglês .

Biografia

Charles Babbage nasceu em Londres em 26 de Dezembro de 1791. Ele era filho de Benjamin Babbage, um banqueiro de Londres. Em 25 de Julho de 1814, Babbage se casou com Georgiana Whitmore na igreja St. Michael's Church em Teignmouth, Devon. Eles tiveram oito filhos,[1] mas apenas quatro - Benjamin Babbage Herschel, Georgiana Whitmore, Dugald Bromhead Babbage e Henry Prevost - sobreviveram à infância.. O pai de Charles, sua esposa e um filho, morreram ambos em 1827.

Em 1821 Babbage inventou um dispositivo de computação mecânica, que ele batizou de "Difference Engine", para compilar tabelas matemáticas. Ele o completou em 1832, e ele concebeu a idéia de uma máquina melhor que pudesse realizar não apenas uma tarefa de matemática, mas qualquer tipo de cálculo. Esta nova máquina foi chamada de "Analytical Engine" (1856), a qual foi concebida como um manipulador de símbolos em geral, e tinha algumas das características dos computadores de hoje.[2][3] Ele criou as primeiras tabelas atuariais confiáveis, inventou as chaves de esqueleto e a locomotiva "cowcatcher" (pegadora de vacas que clareava os trilhos de obstáculos). Em 1847 ele inventou um oftalmoscópio para estudar a retina, mas não anunciou a invenção e não recebeu qualquer crédito por isso.

Apesar de suas muitas realizações, a incapacidade de construir suas máquinas de calcular e, em particular o fracasso do governo em apoiar o seu trabalho deixaram Babbage, em seus últimos anos um homem desiludido e amargurado. Ele morreu aos 79 anos em sua casa em Londres, em 18 de outubro de 1871. Segundo Horsley, Babbage morreu "de insuficiência renal, secundária à cistite".[4] Em 1983, o relatório da autópsia para Charles Babbage foi descoberto e publicado mais tarde por seu trineto.[5][6] Uma cópia do original também está disponível.[7]

Em 1991, trabalhando a partir de planos originais de Babbage, um motor de diferença (difference engine) foi concluído, e funcionou perfeitamente. Foi construído com as tolerâncias realizáveis ​​no século 19, indicando que a máquina de Babbage teria funcionado.

Publicações

Ver também

Referências

  1. Valerie Bavidge-Richardson. Árvore genealógica da família Babbage (2005). Arquivado do original em 13 de outubro de 2007.
  2. Huskey, Velma R.;Huskey, Harry D.. (outubro 1980). "Lady Lovelace and Charles Babbage" (em ingles). Annals of The History of Computing 2 (4): 384. Arlington, VA: American Federation of Information Processing Societies. ISSN 1058-6180.
  3. Breton, Philippe. História da Informática. São Paulo: UNESP, 1991. 260 p. p. 68-69. ISBN 85-7139-021-5
  4. Horsley, Victor. (1909). "Description of the Brain of Mr. Charles Babbage, F.R.S". Philosophical Transactions of the Royal Society of London. Series B, Containing Papers of a Biological Character 200 (262–273) pp. 117–32. DOI:10.1098/rstb.1909.0003. (É necessário ser assinante para ler).
  5. Babbage, Neville. (1991). "Autopsy Report on the Body of Charles Babbage ( "the father of the computer ")". Medical Journal of Australia 154 (11) pp. 758–9. PMID 2046574.
  6. Williams, Michael R.. (1998). "The "Last Word " on Charles Babbage". IEEE Annals of the History of Computing 20 (4) pp. 10–4. DOI:10.1109/85.728225.(É necessário ser assinante para ler)
  7. Postmortem report by John Gregory Smith, F.R.C.S. (anatomist). Science and society.co.UK.

Ligações externas

Fontes criacionistas

Fontes seculares

Creationwiki biography portal.png
Navegar