O homem de Moab foi encontrado em arenito do cretáceo (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (O homem de Moab foi encontrado em arenito do cretáceo (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CC110:

Dois esqueletos humanos esverdeados foram escavados a partir de sedimentos do Jurássico na mina de cobre de Big Indian perto de Moab, Utah.

Fonte: Burdick, Clifford, 1973. Discovery of human skeletons in Cretaceous formation. Creation Research Society Quarterly 10: 109-110. Barnes, F. A. 1975. The case of the bones in stone. Desert Magazine 38(2) (Feb.): 36-39.

Resposta da CreationWiki:

(citações da Talk.Origins em azul)

Os ossos foram encontrados a 15 pés de profundidade na areia solta, e não em uma matriz de rocha. Suas posturas eram semelhantes aos conhecidos sepultamentos indígenas. Os ossos estavam não fossilizados e parcialmente deteriorados, e a datação deles produziu uma idade de 210 +/- 70 anos. Em suma, eles eram um sepultamento bastante recente.

Apesar do fato de que 15 pés ainda é um enterro com bastante profundidade, uma datação por C14 de 210 anos é jovem o suficiente para que, sem evidências de contaminação seja provavelmente precisa. Baseado nas imagens do homem de Moab (excavação de 1971) no Site oficial mundial do homem Malaquita, estes ossos parecem estar não fossilizados.

Despite the fact that 15 feet is still a rather deep burial, the C14 dating of 210 years is young enough that without evidence of contamination it is probably accurate. Based on the images of Moab man (1971 excavation) at Official world site Malachite Man, these bones do seem to be unfossilized. A conclusão é que esses ossos são de fato um enterro recente.