O desenvolvimento do dedo refuta que as aves descendem dos dinossauros (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (O desenvolvimento do dedo refuta que as aves descendem dos dinossauros (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CB731:

A maioria dos cientistas acredita que as aves descendem dos dinossauros terópodes. Mas os dinossauros terópodes perderam os dígitos IV e V a partir de uma mão primitivamente com cinco dedos, deixando-os com dígitos I, II, e III. As aves, por outro lado, tem os dígitos II, III e IV, tendo perdido os dígitos I e V. É quase impossível para os dois grupos estar estreitamente relacionados com uma diferença anatômica, significativa.

Fonte:

Resposta da CreationWiki:

(citações da Talk.Origins em azul)

1. Os anatomistas pensavam inicialmente que os dígitos das aves eram I, II II com base em sua anatomia. Isto foi revisto com base na embriologia das aves; se observa que os dígitos derivam das condensações II, III, IV. É plausível que os dígitos de dinossauros também tenham se desenvolvido a partir das condensações II, III, IV, e uma mudança de quadro no desenvolvimento da identidade dos dígitos tenha feito com que as três condensações se desenvolvessem nos dígitos I, II, III. Tal desvio de enquadramento ocorre no kiwi, em que os dígitos II e III, assumem a forma de I, II, com a perda da condensação de dígitos I.

Isso não é nada menos do que uma admissão de que a alegação é 100% correta, a Talk Origins só joga com um pouco de especulação sem fundamento para tentar salvar a teoria do dino-ao-pássaro da realidade.