O desenvolvimento do dedo difere muito entre o ser humano e sapos (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (O desenvolvimento do dedo difere muito entre o ser humano e sapos (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CB732:

Anfíbios e mamíferos ambos têm cinco dedos as mãos, estruturas supostamente homólogas que indicam origem comum. No entanto, eles se desenvolvem de uma maneira completamente diferente. Nos seres humanos, a ponta do membro (a chamada crista ectodérmica apical, AER) engrossa, e, em seguida, a morte programada de células divide o AER em cinco regiões que se desenvolvem em dígitos. Em sapos, os dígitos crescem para fora a partir do início.

Fonte:

Resposta da CreationWiki:

(citações da Talk.Origins em azul)

1. Os sapos e mamíferos (e outros tetrápodes) usam os mesmos mecanismos de desenvolvimento dos membros, incluindo os mesmos genes HOX e as mesmas moléculas. Todos (com exceção de algumas espécies de sapo altamente derivadas) têm uma AER. A diferença entre os seres humanos e os sapos é que os sapos têm pés palmados. Uma morte celular programada como a dos humanos destruiria estas membranas.

Nada do que a Talk Origins diz acima de forma alguma refuta a descrição de Sarfati dos dois processos, tudo o que eles fazem é mostrar:

  1. Que existem algumas semelhanças entre o desenvolvimento da mão dos anfíbios e dos mamíferos
  2. Qual a razão para a diferença é que seria a diferença entre animais com membranas e sem membranas.

Nenhuma delas é inconsistente com a descrição de Sarfati dos dois processos, então qual é o ponto da Talk Origins?