KP 271 (um úmero fóssil) era humano (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (KP 271 (um úmero fóssil) era humano (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CC054:

O úmero fóssil KP 271 é um fóssil aparentemente humano a partir de quatro milhões de anos atrás, o que, de acordo com o modelo evolucionista padrão, é bem antes do surgimento dos humanos modernos.

Fonte:

  • Lubenow, Marvin L. 1992. Bones of Contention: A creationist assessment of the human fossils. Grand Rapids, MI: Baker Books, pp. 54-58.


Resposta da CreationWiki: (citações da Talk.Origins em azul)

1. Mesmo um úmero de um chimpanzé é semelhante a um úmero humano; não deve ser surpreendente que o úmero de um parente mais próximo pudesse ficar ainda mais similar. No entanto, a evidência anatômica indica fortemente que a amostra não é humana e é uma boa correspondência com o Australopithecus anamensis (Lague and Jungers 1996).

Uma vez que a fonte citada pela Talk.Origins pós-data Bones of Contention isso torna a alegação, na pior das hipóteses, desatualizada. Contudo, a Talk.Origins implica que Lubenow baseou sua conclusão de que o KP 271 é humano em uma inspeção visual, quando, na verdade, baseou-se em três estudos anatômicos, um dos quais utilizou o mesmo método da fonte usada pela Talk.Origins.

Uma razão porque a Talk.Origins poderia estar em erro é que é mais provável que estes estudos utilizaram réplicas e não os ossos verdadeiros. Moldes tendem a tornar-se menos precisos à medida que são utilizados, de modo que a fonte da Talk.Origins pode ter usado réplicas que eram menos precisas que as utilizadas pelas fontes de Lubenow. A precisão das fontes de Lubenow são suportadas por seu acordo.