Espécies mutuamente dependentes não poderiam ter evoluído (Talk.Origins)

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Talkorigins.jpg
Artigo Resposta
Este artigo (Espécies mutuamente dependentes não poderiam ter evoluído (Talk.Origins)) é uma resposta a uma réplica de uma reivindicação criacionista publicada pelo Talk.Origins Archive sob o título Index to Creationist Claims (Índice de Reivindicações Criacionistas).


Alegação CB630:

Muitos pares de espécies são mutuamente e completamente dependentes uns dos outros. Por exemplo, as figueiras exigem vespas de figo na vesícula para polinizar-las, e as vespas exigem os figos para viver. Outro exemplo, entre muitos, é a mandioca (yucca) e mariposa pronuba da mandioca. Se uma espécie evoluiu em primeiro lugar, ela não poderia ter sobrevivido por conta própria: as espécies mutualistas deve ter vindo à existência essencialmente ao mesmo tempo.

Resposta da CreationWiki:

(citações da Talk.Origins em azul)

1. Mutualismo obrigatório pode evoluir gradualmente a partir de associações não-obrigatórias. Por exemplo, uma mandioca (yucca) pode ser polinizada por muitos insetos e gradualmente especializar para atrair apenas uma mariposa, e uma mariposa pode viver sem necessitar de muitas espécies de mandioca e especializar-se gradualmente em apenas uma. Na verdade, algumas espécies de mandioca ainda são polinizadas por mais de uma mariposa, e a mariposa da mandioca Tegeticula yuccasella poliniza várias espécies de mandioca.

Isso pode ser verdade em alguns casos de mutualismo obrigatório, mas há outros casos que desafiam tal explicação.