Dilatação gravitacional do tempo

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Um dos efeitos da Relatividade Geral é a dilatação gravitacional do tempo. Este é o retardamento do tempo por um campo gravitacional.

Fórmula da dilatação gravitacional do tempo

A fórmula da dilatação gravitacional do tempo é: GravitationalTimeDilation.png

Onde:

  • t' = Tempo dentro do campo gravitacional.
  • t = Tempo fora do campo gravitacional.
  • M = A massa que causa o campo gravitacional.
  • r = A distância do centro do campo gravitacional.
  • c = A velocidade das partículas sem massa (a velocidade da luz no vácuo).
  • G = A constante gravitacional = 6.6742 X 10-11 N m2 kg-2

Devido a constante gravitacional ser tão pequena, é preciso uma grande massa com um pequeno raio para produzir uma dilatação do tempo significativa. No entanto, utilizando os relógios atômicos, é possível detectar o efeito sobre a Terra.

Gravdil.png

O significado de relógios atômicos

Há relógios atômicos idênticos, tanto no Observatório Real em Greenwich, Inglaterra, como no National Bureau of Standards em Boulder, Colorado. O de Greenwich, Inglaterra, tiquetaqueia 5 microssegundos/ano mais lentamente do que o de Boulder, Colorado, o que é previsto pela Relatividade Geral dada a sua diferença de altitude de uma milha. Os relógios são precisos para uma margem de erro de 1 microssegundo/ano de forma que a diferença não pode ser um resultado de erro. De acordo com a Relatividade Geral, ambos os relógios estão certos em seus respectivos quadros de referência.

A Cosmologia do buraco branco do Dr. Russell Humphreys mostra que, dadas as condições iniciais corretas, a Terra poderia ter tido o tempo significativamente dilatado em relação ao resto do universo, permitindo, assim, que a luz das estrelas do espaço profundo pudessem chegar à Terra.

Ligações externas

Ver também