Locus

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Em biologia dentro de qualquer uma das hipóteses, seja criação ou evolução, um locus (sendo o plural loci[1]) é um local específico ou vários locais, quer nos indivíduos de uma mesma espécie ou indivíduos de espécies diferentes em populações isoladas. Locus pode ser considerado como sinônimo de um gene ou um alelo.[2] A seqüência genética específica em um cromossomo onde os alelos dos genes estão localizados. Embora o locus seja capaz de movimento considerável dentro do núcleo, não é livre para vaguear por todo o núcleo, mas é limitado, como resultado dos anexos do cromossoma a estruturas não cromossomicas do núcleo.[3]

Genes

LocusDoGene.JPG

Os genes são as unidades básicas físicas e funcionais da hereditariedade. Eles são informação molecular que, acabará por determinar as características possuídas por qualquer organismo. Um gene é uma sequência específica de bases de nucleotídeos da molécula de ADN (ácido desoxirribonucleico). A sequência de nucleotídeos especifica a informação necessária para a construção de proteínas, que fornecem os componentes estruturais das células e tecidos, bem como enzimas essenciais para reações bioquímicas. Tipicamente, o produto de vários genes são montados para fazer uma proteína funcional. Da mesma forma um único gene pode estar envolvido com a produção de várias proteínas diferentes.

Pseudogenes

Pseudogenes são erros não-funcionais raramente com uma contrapartida de um gene funcional e raramente capazes de ser transcritos. Pseudogenes são dependentes do estilo de vida dos organismos e suas relações de vida, bem como das taxas de duplicação do genoma e mutações. São encontrados em três reinos da vida e são primariamente estudados pela ciência evolutiva predominante com foco nos loci similares de pseudogenes de primatas e homo sapiens, a fim de apurar a ancestralidade comum com os seres humanos.[4][5]

Referências

  1. Setubal, João; Meidanis, João. Introduction to Computational Molecular Biology. Boston: PWS Publishing Company, 1997. p. 16. ISBN 0-534-95262-3
  2. In: Konopka, Andrzej K.; Crabbe, M. James C. Compact handbook of Computational Biology (em inglês). New York: Marcel Dekker, 2004. p. 476. ISBN 0-8247-0982-9
  3. Karp, Gerald. Cell and Molecular Biology: Concepts and experiments. 5ª ed. Hoboken, NJ: John Wiley & Sons, 2008. p. 508. ISBN 978-0-470-04217-5
  4. Millions of Years of Evolution Preserved: A Comprehensive Catalog of the Processed Pseudogenes in the Human Genome Por Zhaolei Zhang, Paul M. Harrison, Yin Liu, and Mark Gerstein1
  5. Pseudogene.org