Efeito fundador

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Figura ilustrando o efeito fundador. A população parental original vista à esquerda deriva três possíveis populações à direita. O efeito fundador reflete-se na proporção de indivíduos azuis e vermelhos das diferentes populações.

Em genética de populações, o efeito fundador é a perda de variação genética que pode ocorrer quando uma nova população é estabelecida por um número muito pequeno de indivíduos (por exemplo uma única fêmea prenhe, um casal ou um pequeno número de membros da mesma espécie[1][2]) de uma população maior. Em outras palavras, o efeito fundador é o fenómeno pelo qual novas colónias de uma dada espécie podem tornar-se instantaneamente distintas da população original, como resultado de terem sido criadas por uma porção de pequenos membros atípicos da população original.[3] O efeito fundador é um caso especial de deriva genética[4] e é um processo genético estocástico ou aleatório.[5]

Restrições de tamanho através do qual podem passar as populações são chamados de gargalos ou pontos de estrangulamento. Um caso particular ocorre quando uma população é estabelecida por um pequeno número de colonos ou fundadores. A deriva genética que se segue é muitas vezes chamada de efeito fundador.[6] Ernst Mayr definiu o efeito fundador como:

o estabelecimento de uma nova população por alguns fundadores originais (em um caso extremo, por uma única fêmea fertilizada), que carregam apenas uma pequena fração da variação genética total da população dos pais[7]

A teoria de Mayr na qual a especiação pelo princípio fundador é o contexto onde a maioria da evolução poderia, segundo ele, hipoteticamente ocorrer é a base teórica da idéia de equilíbrio pontuado.[8]


Ver também

Referências

  1. Mayr, Ernst. What Evolution Is. New York: Basic Books, 2001. p. 286. ISBN 0-465-04425-5
  2. Sarfati, Jonathan. Refuting Evolution. Green Forest, AR: Master Books, 1999. p. 37. ISBN 0-89051-258-2
  3. Islands’ Weeds Don’t Support Evolution. Answers in Genesis (1 Junho de 1996). Página visitada em 20 de dezembro de 2012.
  4. Hartwell, Leland; Hood, Leroy; Goldberg, Michael L.; Reynolds, Ann E.; Silver, Lee M.; Veres Ruth. Genetics: from genes to genomes. [S.l.]: McGraw Hill Higher Education, 2004. p. 688. ISBN 0-07291930-2
  5. Dobzhansky, Theodosius. Genetic Diversity & Human Equality:The Facts & Fallacies in the Explosive Genetics & Education Controversy. New York: Basic Books, 1973. p. 78. ISBN 0-465-09710-3
  6. Futuyma, Douglas J.. Evolution. Sunderland, Massachusetts: Sinauer Associates, Inc, 2005. p. 232. ISBN 978-0-87893-187-3
  7. Ridley, Mark. Evolution. 2ª ed. Cambridge, Massachusetts: Blackwell Science, 2004. Capítulo: 6:Random events in Population Genetics, p. 140. ISBN 0-86542-495-0
  8. Futuyma, Douglas J. Evolutionary Biology. 2ª ed. Sunderland, Massachusetts: Sinauer associates, Inc., 1986. p. 239. ISBN 0-87893-188-0
Creationwiki biology portal.png
Navegar