National Aeronautics and Space Administration

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
(Redireccionado de NASA)
Nasa logo.JPG

A National Aeronautics and Space Administration (NASA) é uma agência dos Estados Unidos que foi criada em established:: 1 de outubro de 1958 para realizar a investigação e exploração espacial. Hoje é o primeiro lugar entre as agências governamentais que gerenciam programas espaciais, e é creditada com algumas das descobertas mais interessantes e surpreendentes astronômicas já feitas.

História

Precursor

O precursor da NASA foi a National Advisory Committee for Aeronautics. Esta começou em 03 de março de 1915 como um comitê de assessoramento ao Presidente dos Estados Unidos.[1] A NACA foi responsável por orientar a pesquisa e desenvolvimento da aviação. Ela prestou inestimável assistência para o desenvolvimento de aviões militares e comerciais americanos. A NACA é o mais notável para o primeiro vôo mais rápido que o som e, infelizmente, para um programa de foguetes que falhou.[2]

Crise

Em 1958, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas lançou o primeiro satélite artificial do mundo, o Sputnik I. O Congresso dos Estados Unidos, não querendo permitir que a presença soviética no espaço permanecesse incontestada, autorizou a criação da NASA em 1958. A NASA herdou os ativos originais da NACA e ganhou uma nova missão: criar um programa bem sucedido de foguetes destinado a colocar não apenas satélites em órbita, mas homens para o espaço.

Projetos espaciais tripulados

Projeto Mercury

O projeto Mercury envolveu o envio de um único homem para o espaço. O principal objetivo do programa era demonstrar que a América poderia, em caso de necessidade, desenvolver um bombardeiro de baixa órbita terrestre-estratégico, bem como os soviéticos poderiam. O Tratado de Proibição de Testes Nucleares prevenia este objectivo.

Projetos Gemini e Apollo

O projeto Gemini, em que uma tripulação de dois homens entraram no espaço, enfatizou o desenvolvimento de técnicas e tecnologias para suportar a exploração. Depois de doze missões bem-sucedidas, a NASA começou o projeto Apollo com o objetivo explícito de explorar a Lua. A primeira tripulação a pousar na Lua foi a da Apollo 11, em 20 de julho de 1969. A NASA enviou ainda mais seis equipes de três homens para a Lua, dos quais cinco conseguiram pousar, tirando fotografias, recolhendo amostras, e retornando.

Outros projetos

Estação Espacial Internacional (20 de Setembro, 2006).
O projeto Apollo foi a última das missões primariamente exploratórias. De dezembro de 1972 até o presente, todos os esforços da Nasa envolvendo seres humanos no espaço têm-se concentrado em duas classes de missões:
  • Endurance e laboratório de experimentação em um ambiente de microgravidade.
  • O transporte de cargas que requerem manipulação delicada. Isto inclui o Telescópio Espacial Hubble. Na verdade, várias equipes do sistema de transportes espacial ("Shuttle") fizeram um encontro com o Telescópio Espacial Hubble, a fim de repará-lo após o lançamento. Outras cargas pesadas e delicadas incluem vários módulos para a Estação Espacial Internacional.

Atualmente a NASA pretende retomar a exploração por seres humanos em 2015.

Sondas de foguetes robóticos

Concepção artística das sondas de Marte Spirit ou Opportunity.
Ironicamente, o sucesso da NASA no desenvolvimento de sistemas para apoiar e orientar um navio com uma tripulação humana no espaço levou ao desenvolvimento de sondas de foguetes que conduziram explorações altamente sofisticados de distantes corpos no sistema solar sem tripulações humanas. Isto levou alguns cientistas a questionar a necessidade de equipes humanas voarem em qualquer classe de missão espacial.

As missões mais produtivas dos foguetes-sonda, em ordem cronológica, incluem:

National Space Science Data Center

O National Space Science Data Center é o arquivo de dados central das missões espaciais da NASA. O Centro fornece dados brutos e imagens, a pedido de cientistas e não cientistas.

Designador internacional

A NSSDC também atribui identificadores únicos, chamados de designadores internacionais, para cada satélite artificial em órbita e cada lançamento bem sucedido de uma sonda de foguetes, exceto cargas secretas (geralmente militares). Um designador padrão contém o ano de lançamento (AD), um número de lançamento de três dígitos, e um código de uma a três letras de identificação de uma carga separada, veículo de lançamento, ou parte do veículo.

Imagens da NASA

A NASA é uma fonte rica de imagens de alta qualidade do espaço e, especialmente, de vários corpos do sistema solar. Uma vez que a NASA é uma agência do govêrno dos Estados Unidos, todas as imagens especificamente creditadas a NASA estão no domínio público, de acordo com a Lei de Direitos Autorais de 1977.

No entanto, o logotipo da NASA não pode ser usado para promover qualquer agência ou outro projeto da NASA ou de uma de suas filiais ou agências parceiras. O uso do logotipo da NASA em um artigo para descrever a história, funcionamento e realizações da NASA é permitido ao abrigo do princípio do uso justo (fair use). Mas nenhum outro uso do logotipo é permitido sem a aprovação expressa da NASA.

Referências

  1. Rumerman, Judy. "The National Advisory Committee for Aeronautics (NACA)." US Centennial of Flight Commission, n.d. Accessed June 25, 2008.
  2. Wolfe, Tom. The Right Stuff. New York: Farrar, Straus and Giroux, January 1, 1979. 448 pages, cloth. ISBN 9780374250324.

Ligações externas

Ver também