Jack Cuozzo

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Dr. Jack Cuozzo é um ortodontista que praticou por mais de 30 anos, em Glen Ridge, Nova Jersey, depois de servir como tenente na Marinha dos EUA a bordo do USS Enterprise. Ele estudou na Universidade de Georgetown, ganhando o seu bacharelado em biologia e um grau menor em filosofia, então indo para a Universidade da Pensilvânia, para obter seu doutorado em Ciências Odontológicas, e para a Loyola University/Chicago Graduate School of Dentistry, onde ganhou seu certificado de especialidade em ortodontia.

Em 1979, ele começou a estudar fósseis de neandertais com a ajuda de Wilton Krogman, que é conhecido como o Pai da Antropologia Forense. Ele escreveu muitos livros sobre origens humanas, e continuou a pesquisa sobre neandertais. Seus estudos paleoantropológicos foram realizados em espécimes em museus em Paris, Inglaterra, Bélgica, Jerusalém, Berlim Oriental, Washington DC, Chicago, Universidade de Harvard, Universidade Metodista do Sul, e as cavernas paleolíticas no sul da França. Ele foi o primeiro a tirar radiografias de fósseis de Neanderthal na França e subsequentemente em muitos outros países.[1] .

Dr. Cuozzo também foi o professor adjunto de biologia no Kings College trabalhando sob Wayne Frair. Ele publicou muitos livros e artigos sobre ciência da criação, alguns de seus mais conhecidos sendo Buried Alive, ele foi um dos 50 cientistas a contribuir para o livro In Six Days: Why Fifty Scientists Choose to Believe in Creation, e ele foi um dos seis autores a escrever When Christians Roamed The Earth.

Jack Cuozzo
Email: drjackcuozzo@mac.com

Publicações

Referências

  1. In: Ashton, John F. In Six Days: Why Fifty Scientists Choose to Believe in Creation. Green Forest, AR: Master Books, 2000. p. 288-289. ISBN 0-89051-341-4

Ligações externas