Ligação química

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Ligações de hidrogênio

Uma ligação química é uma atração entre os átomos que permite a formação de substâncias químicas que contenham dois ou mais átomos. A formação de uma ligação química sempre libera energia. Uma vez que a ligação é formada, a mesma quantidade de energia deve ser fornecida para quebrar a ligação.[1]

Ligação covalente

As ligações covalentes são encontradas tanto em moléculas quanto em íons poliatômicos. Uma ligação covalente é produzida pela junção de dois átomos que essencialmente "compartilham" elétrons entre eles para completar o seu nível eletrônico exterior. Um elétron partilhado passa parte do seu tempo completando uma configuração estável de elétrons em cada um dos dois átomos que compartilham ela. A ligação pode ser única (simples), dupla ou tripla, que se refere ao número de elétrons que os dois átomos compartilham entre eles.

Ligação iônica

Ligação de hidrogênio

A ligação de hidrogénio é uma ligação fraca, que ocorre quando dois átomos eletronegativos, tais como o oxigénio e nitrogênio, interagem com o mesmo hidrogênio. Isto é também conhecido como uma forma forte de interação intermolecular. A ligação de hidrogénio é uma forma forte de atração intermolecular. Existem vários elementos que se combinam com o hidrogênio, para formar compostos, neste caso, também conhecidos como "híbridos". As ligações de hidrogênio, que estão constantemente sendo quebradas e reformadas em água, têm aproximadamente 1/10 da força de uma ligação covalente média. Cada molécula de água pode, potencialmente, formar quatro ligações de hidrogênio com a ajuda das suas moléculas de água circundantes. [1]

Ligação metálica

Referências

  1. Brown, Lawrence S.; Holme, Thomas A. Chemistry for Engineering Students. 2ª ed. Belmont, CA: Brooks/Cole, 2011. p. 208. ISBN 978-1-4390-4791-0