Gregor Mendel

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Translation Latin Alphabet.png
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Gregor Mendel (1822-1884)

Gregor Johann Mendel (Nascido::20 de Julho de 1822Morto::6 de Janeiro de 1884) foi um sacerdote católico agostiniano Austro-Germânico, criacionista, e cientista que é muitas vezes chamado de "pai da genética" pelo seu estudo da herança de traços biológicos em ervilhas. Mendel mostrou que a herança de traços segue leis particulares , que mais tarde foram nomeadas após ele.

Biografia

Nascido Johann Mendel, em 20 de Julho de 1822, em uma família de língua alemã de Heinzendorf na Silésia, parte do império austríaco (hoje Hynčice na República Checa) e foi batizado 2 dias mais tarde, ele tomou o nome Gregor ao entrar vida monástica. Durante sua infância Mendel trabalhou como jardineiro, e em sua juventude estudou no Instituto Filosófico em Olomouc. Em 1843 ele entrou na Abadia agostiniana de St. Thomas em Brno. Em 1847 foi ordenado sacerdote. Em 1851 ele foi enviado para a Universidade de Viena para estudar, voltando à sua abadia em 1853 como professor, principalmente de física.

Gregor Mendel, Que é conhecido como o "pai da genética", Foi inspirado por seus professores na universidade e seus colegas no monastério para estudar a variação nas plantas. Começou seu estudo no jardim experimental de seu mosteiro.Entre 1856 e 1863 Mendel cultivou e testou cerca de 28.000 plantas de ervilha. Suas experiências deram à luz duas generalizações que mais tarde se tornaram conhecidas como Leis de herança de Mendel. Mendel leu seu artigo, "Experimentos em Hibridação de Plantas (Experiments on Plant Hybridization)", em duas reuniões da Natural History Society of Brünn na Morávia em 1865. Quando o artigo de Mendel foi publicado em 1866 nos Proceedings of the Natural History Society of Brunn, teve pouco impacto e foi citado cerca de três vezes ao longo dos próximos trinta e cinco anos.

Elevado como abade em 1868, seu trabalho científico terminou em grande parte uma vez que Mendel consumiu-se com suas responsabilidades administrativas aumentadas, especialmente uma disputa com o governo civil sobre sua tentativa de impor impostos especiais sobre instituições religiosas. [1]

Mendel morreu em 6 de janeiro de 1884, em Brno, Áustria-Hungria (agora República Checa), de nefrite crônica.

Trabalho de vida

Mendel é mais conhecido por sua descoberta das leis da herança. Seu estudo se originou com sua curiosidade sobre como as plantas obtinham características atípicas. Em um de seus freqüentes passeios ao redor do mosteiro, ele encontrou uma variedade atípica de uma planta ornamental. Ele pegou e plantou ao lado da variedade típica. He grew their progeny side by side to see if there would be any approximation of the traits passed on to the next generation. This experiment was "designed to support or to illustrate Lamarck's views concerning the influence of environment upon plants." He found that the plants' respective offspring retained the essential traits of the parents, and therefore were not influenced by the environment. Thus, with this experiment, he refuted the theory of Lamarckian evolution which was popular at the time.

Through further experimentation with pea plants, Mendel developed the three laws of Mendelian inheritance. Mendel's experiments unambiguously showed that while variation occurred within species, it only occurred within limits. In documented lectures, he refuted the theory of evolution, stating that the laws of inheritance did not permit limitless change, but only permitted change within definite parameters.

Mendel lived at the same time as Charles Darwin, but Darwin never read his work. Darwin's theories were composed without knowledge of the rules of inheritance, and in direct opposition to them.

The significance of Mendel's work was not recognized until the turn of the 20th century. Its rediscovery prompted the foundation of genetics. However, because Euro-American society at the time was so enamored with Darwin's speculations, Mendel's science was largely ignored. It was not until the early 20th century that the importance of his ideas was realized. The period that followed was known as the Eclipse of Darwinism, when Darwin's theory of evolution came to be seen as irrelevant in light of the observable, quantifiable laws of inheritance which falsified it.

Related References