Michael Denton

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Dr. Michael Denton (nascido em Nascido::25 Agosto, 1943) é um Senior Research Fellow em Genética Humana no Departamento de Bioquímica da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Em 1985, como um evolucionista, ele escreveu o livro controverso "Evolution: A Theory in Crisis" (Evolução: Uma Teoria em Crise) porque, disse, "Eu acho que o quadro darwinista atual é insuficiente. Eu não acho que dá uma explicação credível e abrangente de como o padrão da vida na Terra surgiu."[1]

Evolution: A Theory in Crisis expôs milhares de leitores aos "problemas científicos esmagadores da crença Darwiniana." [1]

Dr. Denton estudou medicina na Universidade de Bristol e biologia do desenvolvimento no Kings College, na Universidade de Londres, onde ganhou um PhD em 1974. Ele se especializou em Patologia na Post-Graduate Medical School, de Londres, e no Hospital para Crianças Enfermas, em Toronto.

Ocupou leitorados universitários na Austrália—em Sydney e Melbourne—e por muitos anos seu principal foco de pesquisa foi sobre a genética de doenças da retina humana. Ele teve um grande interesse em evolução, e em seu livro Nature’s Destiny (Free Press, New York, 1998), ele defendeu a posição de que as leis da natureza são muito bem ajustadas para a vida tal como ela existe na Terra. Ele argumentou recentemente que as dobras das proteínas, os blocos de construção básicos da vida moderna, são um conjunto de formas naturais determinadas por leis naturais.

Publicações

Ligações externas

Ver também

Referências

  1. An Interview With Michael Denton. Página visitada em 14 de Abril de 2012.