Argumentos que os criacionistas não deveriam usar

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

O que se segue é uma lista de argumentos que os criacionistas não deveriam usar, mas que são muitas vezes usados até mesmo por ministérios criacionistas, mas estes são argumentos que são essencialmente vistos como problemáticos por várias razões. A lista é derivada de um artigo [1] publicado pelo Creation Ministries International e pelo Answers in Genesis intitulado Arguments we think creationists should NOT use (Argumentos que pensamos que os criacionistas NÃO devem usar). Um DVD de Jonathan Sarfati é também uma fonte usada para este artigo, o qual é intitulado de forma semelhante, Arguments Creationists Should NOT Use.

A lista é dividida em duas categorias, aqueles argumentos que definitivamente não devem ser usados e aqueles que não são recomendáveis de se usar. Kent Hovind respondeu à publicação do artigo do AiG, discordando em alguns pontos, enquanto o Creation Ministries replicou com o artigo Maintaining Creationist Integrity [2].

Índice

Não devem ser usados

Darwin se retratou em seu leito de morte

Artigo Principal: Darwin se retratou no seu leito de morte (Talk.Origins)

Isso quase certamente não é verdade, e se fosse verdade, não teria qualquer relevância.

A espessura da poeira da Lua comprova uma lua jovem

Evidência mais recente mostra que este argumento não pode ser sustentado.

Computadores da NASA descobriram um dia e 40 minutos perdidos, comprovando o "dia longo" de Josué e o movimento do relógio de sol de Ezequias

Isso é uma farsa em grande circulação, principalmente na internet, mas não é promovido pelas principais organizações criacionistas. Além disso, não haveria como esse dia perdido ser detectado.

Mamutes foram congelados rapidamente durante a catástrofe do Dilúvio

A evidência contradiz essa afirmação.

Os restos humanos de Castenedolo e Calaveras em estratos “antigos” invalidam a coluna geológica

A evidência não é sólida.

Dubois renunciou o homem de Java como um “elo perdido” e afirmou que ele era só um gibão gigante

Isso não é verdade, embora livros evolucionistas tenham relatado isso.

O trawler japonês Zuiyo-maru pegou um plesiossauro morto perto da Nova Zelândia

Tem sido descoberto que o achado do Zuiyo-maru, quando comparado com outros exemplos, é na verdade um tubarão-frade em decomposição.

A 2ª Lei da Termodinâmica começou na Queda

Vários processos que operavam antes da Queda, como a digestão, a fricção, o aquecimento da Terra pelo sol, e a respiração, requerem que esta Lei estivesse em operação antes da Queda.

Se evoluímos de macacos, por que ainda existem macacos hoje?

A teoria evolutiva não requer que a espécie parental se torne extinta.

Mulheres têm uma costela a mais que os homens

Não é verdade. A remoção de uma costela não afetaria a informação genética passada aos descendentes. E Adão não permaneceria com um defeito, pois a costela é o único osso do corpo humano que pode se regenerar se a membrana ao redor for deixada intacta.

O Archaeopteryx é uma fraude

Artigo Principal: Archaeopteryx

O Archaeopteryx foi uma ave verdadeira, diferentemente do Archaeoraptor (este sim foi uma fraude).

Não há nenhuma mutação benéfica

Algumas mutações com perda de informação podem ser benéficas em certas circunstâncias.

Nenhuma espécie nova tem sido produzida

Não é verdade. A formação de espécies tem sido observada, e o Criacionismo Bíblico requer especiação rápida após o Dilúvio. Porém, especiação não é evolução.

O eixo da Terra era vertical antes do Dilúvio

Não existe base alguma para essa afirmação.

Os rastros do Paluxy provam que humanos e dinossauros co-existiram

A evidência para isso não resiste ao escrutínio no presente momento.

Arqueólogos descobriram esqueletos (e pegadas) de seres humanos gigantes

Esta afirmação em circulação na internet foi baseada em fotos manipuladas no Photoshop, como explicado em um artigo no site Snopes [3]. Além disso, seres humanos grandemente aumentados não seriam possíveis anatomicamente, por razões matemáticas simples. A partir da Lei do Quadrado-Cubo, sabemos que um ser humano aumentado quatro vezes em escala seria 16 (4²) vezes mais forte, porém 64 (4³) vezes mais pesado, de forma que tal ser humano iria entrar em colapso devido ao seu próprio peso. Tem havido também algumas afirmações sobre pegadas de gigante, mas veja os problemas dessas afirmações neste artigo do CMI.

A citação de Darwin sobre o absurdo da evolução do olho no livro A Origem das Espécies

A citação está sutilmente fora de contexto.

A divisão da Terra nos dias de Pelegue (Gên. 10:25) se refere a divisão catastrófica dos continentes

Biblicamente, a divisão deve se referir aos eventos de Babel.

A Septuaginta registra a cronologia correta de Gênesis

As cronologias da Septuaginta são demonstradamente infladas, inclusive ao ter Matusalém vivendo após o dilúvio.

Há lacunas nas genealogias de Gênesis 5 e 11, de forma que a Terra pode ter 10.000 anos ou até mais

A linguagem do texto não permite isso.

Jesus não pode ter herdado material genético de Maria, caso contrário Ele teria herdado o pecado original

Isso não é ensinado pela Bíblia e até mesmo a contradiz em pontos importantes.

A frase "falsamente chamada ciência" em 1 Timóteo 6:20 (KJV) se refere à evolução

A palavra traduzida como "ciência" significa "conhecimento" e o versículo está se referindo ao Gnosticismo.

O geocentrismo (no sentido clássico de ter a Terra como um quadro de referência absoluto) é ensinado pelas Escrituras e o Heliocentrismo é anti-Escritural

As referências das Escrituras são do ponto de vista de um observador na Terra; elas não são absolutas.

Ron Wyatt descobriu a Arca de Noé

O que Ron Wyatt achou é uma formação geológica natural.

Ron Wyatt descobriu muitas provas arqueológicas da Bíblia

Não há fundamentação de suas afirmações.

Muitas 'evidências' da criação de Carl Baugh

Não são cientificamente sólidas.

Neutrinos solares ausentes provam que o sol brilha pelo colapso gravitacional, e é prova de um sol jovem

Evidência mais recente torna este argumento não mais sustentável.

Einstein se manteve inabalável, contra enorme pressão dos pares, na crença em um Criador

Não é verdade.

Duvidosos e Desaconselhados

Teoria do Dossel

Não é ensinada diretamente pela Escritura, e não foi desenvolvido um modelo científico adequado que mantivesse água suficiente.

Não havia chuva antes do Dilúvio

Isso não é diretamente ensinado pelas Escrituras e nem é requerido pelas Escrituras. Gênesis 2:5–6 ensina apenas que não havia chuva no tempo que Adão foi criado, mas isso não anula a possibilidade de haver chuva depois, até o tempo do dilúvio.

Seleção natural como tautologia

Em certo sentido a seleção natural é uma tautologia, mas isso não a faz falsa.

A evolução é só uma teoria

Os leigos e os cientistas normalmente usam a palavra "teoria" em duas maneiras diferentes.

Há incrível insight científico moderno na Bíblia

Os autores originais não pretendiam ser entendidos da maneira que algumas pessoas veem ciência no texto.

A velocidade da luz tem diminuído com o tempo

Há muitos problemas com essa ideia.

Não há nenhuma forma transicional

Há maneiras melhores de se fazer este argumento.

Correntes de ouro têm sido encontradas em carvão

A evidência é anedótica.

A tectônica de placas é falaciosa

Muitos criacionistas proeminentes não concordam com isso.

Criacionistas acreditam em microevolução mas não em macroevolução

Artigo Principal: Macroevolução

Este argumento distrai do ponto-chave da fonte da informação genética.

O Evangelho está nas estrelas

O argumento é especulativo.

Ver também