Aparelho de Golgi

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Célula Eucarionte.JPG

O Aparelho de Golgi ou Complexo de Golgi ou ainda Complexo Golgiense é uma organela celular que processa e empacota várias macromoléculas em vesículas. Esta organela faz modificações bioquímicas no conteúdo das vesículas que se originam a partir do retículo endoplasmático e depois distribui essas vesículas para diferentes locais ao longo da célula.[1] Foi descrita pela primeira vez em 1898 por um anatomista italiano chamado Camillo Golgi. Esta descoberta garantiu ao seu descobridor o prêmio Nobel de 1906.[2]

Proteínas a serem exportadas são passadas a partir do retículo endoplasmático para o aparelho de Golgi para ulterior processamento, embalagem e transporte para uma variedade de outras localizações celulares.[3]

Imagem de um microscópio electrónico de transmissão de um aparelho de golgi de um leucócito humano.

Referências

  1. Rana, Fazale. The Cell´s Design: How Chemistry Reveals the Creator´s Artistry. Grand Rapids, Michigan: Baker Books, 2008. p. 40. ISBN 978-0-8010-6827-0
  2. Karp, Gerald. Cell and Molecular Biology: Concepts and experiments. 5ª ed. Hoboken, NJ: John Wiley & Sons, 2008. p. 293. ISBN 978-0-470-04217-5
  3. What is a Cell? pelo the National Center for Biotechnology Information