Portal:Paleontologia/Artigo selecionado/arquivo

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Registro Fóssil
Fóssil trilobita

O registro fóssil é uma "gravação" da história feita de camadas de fósseis. Assim como os anéis de crescimento de uma árvore ou as camadas encontradas em núcleos de gelo, a terra está coberta por camadas (estratos) de rocha sedimentária que representam uma seqüência de eventos. Mais especificamente, estas camadas registram os tempos relativos em que os organismos fossilizados foram enterrados pelo sedimento. Em contraste com muitos registros da história humana, porém, as camadas do "registro fóssil" aparecem sem métodos de datação universalmente reconhecidos. Alguns criacionistas preferem usar uma expressão como "camadas de fósseis" para evitar a conotação de que ela oferece evidência para a macroevolução das formas de vida ao longo de milhões de anos.


Dinossauro

Dinossauros são um grupo diversificado de extintos répteis mais conhecido pelas variedades que atingiram tamanhos enormes. Foram incluídos ambos os carnívoros (comedores de carne), tais como o monstruoso alossauros que atingiram 12 metros (40 pés). O nome "dinossauro" significa lagarto terrível, que foi cunhado em 1842 pelo paleontólogo criacionista Richard Owen das palavras do grego δεινός, deinos ("terrível") e σαῦρος, sauros ("lagarto").

Os dinossauros são encontrados em abundância no registro fóssil, devido ao tamanho e durabilidade de seus ossos. A maioria dos cientistas criacionistas interpretam a existência de tais fósseis dizendo que os organismos estavam vivos no momento do dilúvio global, que é descrito no livro bíblico do Gênesis. Além disso, uma vez que o texto diz que todos os animais terrestres foram colocadas na arca de Noé, se correto, os dinossauros também foram incluídos no seu número, e extinguiram-se muito recentemente.