Prêmio Nobel

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Translation Latin Alphabet.png
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Prêmio Nobel de Shai Agnon

O Prêmio Nobel é um prêmio internacional anual. Ele é concedido em um número de categorias por comitês escandinavos, em reconhecimento dos avanços culturais e científicos. A vontade do químico sueco Alfred Nobel, o inventor da dinamite, estabeleceu os prêmios em 1895. Os prêmios em Física, Química, Fisiologia ou Medicina, Literatura e Paz foram concedidos pela primeira vez em 1901. O Prêmio da Paz é entregue em Oslo, Noruega, enquanto que os outros prêmios são concedidos em Estocolmo, Suécia. Baruch Aba Shalev, autor de um livro sobre o Prêmio Nobel, disse "o Prêmio Nobel tem vindo a ser considerado como o prêmio mais conhecido e mais prestigiado disponível nos campos da literatura, medicina, física, química, paz e economia. Em 1968, Sveriges Riksbank instituiu um prêmio que é freqüentemente associado com os prêmios Nobel, o Prêmio Sveriges Riksbank em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel. O primeiro prêmio foi concedido em 1969. Embora não seja um Prêmio Nobel oficial, seus anúncios e apresentações são feitos junto com os outros prêmios. A Royal Swedish Academy of Sciences concede o Prêmio Nobel de Física, o Prêmio Nobel de Química, e o Prêmio Nobel de Ciências Econômicas. A Assembléia Nobel no Karolinska Institutet concede o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina. A Academia Sueca concede o Prêmio Nobel de Literatura. O Prêmio Nobel da Paz não é concedido por uma organização sueca, mas pelo Comitê Nobel norueguês. Cada recipiente, ou laureado recebe uma medalha de ouro, um diploma e uma quantia de dinheiro que depende da renda da Fundação Nobel daquele ano. Em 2011, cada prêmio valia 10 milhões de coroas suecas (cerca de 1.460 mil dólares americanos, € 1.160.000). O prêmio não é concedido postumamente; no entanto, se uma pessoa é premiada e morre antes de recebê-lo, o prêmio ainda pode ser apresentado." Um prêmio não pode ser compartilhado entre mais de três pessoas. O número médio de laureados por prêmio aumentou substancialmente ao longo do século 20.

Alfred Nobel

Alfred Nobel teve a desagradável surpresa de ler seu próprio obituário, intitulado "O mercador da morte está morto", em um jornal francês. Alfred Nobel nasceu em 21 de outubro 1833, em Estocolmo, na Suécia, em uma família de engenheiros. Ele foi um químico, engenheiro e inventor. Em 1894, Nobel comprou a fábrica Bofors de ferro e aço, que ele fez em um dos principais fabricantes de armamentos. Nobel também inventou ballistite, um precursor de muitos explosivos militares sem fumaça, especialmente os britânicos a pólvora sem fumo cordite. Nobel esteve ainda envolvido em um processo por violação de patente sobre pólvora sem fumaça. Nobel acumulou uma fortuna durante a sua vida. A maioria de sua fortuna veio de suas 355 invenções, das quais a dinamite é a mais famosa. Em 1888, Alfred ficou surpreso ao ler seu próprio obituário, intitulado ‘O mercador da morte está morto’, em um jornal francês. Como tinha sido o irmão de Alfred, Ludvig, que morreu, o obituário estava oito anos prematuro. O artigo desconcertou Nobel e fê-lo apreensivo sobre como ele seria lembrado. Isso o inspirou a mudar sua vontade. Em 10 de dezembro de 1896 Alfred Nobel morreu em sua casa em San Remo, Itália, de uma hemorragia cerebral. Ele tinha 63 anos de idade. Para o espanto generalizado, a última vontade de Nobel especificou que sua fortuna deveria ser usada para criar uma série de prêmios para aqueles que conferem um "maior benefício à humanidade" em física, química, paz, fisiologia ou medicina, e literatura. Nobel escreveu diversas vontades durante sua vida. A última foi escrita mais de um ano antes de morrer, assinada no clube sueco-norueguês em Paris em 27 de Novembro de 1895. Nobel legou 94% de seus ativos totais, 31 milhões de SEKs (cerca de US$186 milhões, €150 milhões em 2008), para estabelecer os cinco prêmios Nobel. Por causa do ceticismo em torno da vontade, não foi até 26 de abril 1897, que foi aprovada pelo Storting na Noruega. Os executores do testamento de Nobel, Ragnar Sohlman e Rudolf Lilljequist, formaram a Fundação Nobel para cuidar da fortuna de Nobel e organizar a atribuição de prêmios.

As instruções do Nobel nomearam um Comitê Norueguês do Nobel para atribuir o Prêmio Nobel da Paz, membros dos quais foram nomeados logo após o testamento ser aprovado em abril de 1897. Logo em seguida, as outras organizações de premiação foram estabelecidas. Estas foram o Karolinska Institutet em 7 de junho, a Academia Sueca em 9 de junho, e a Real Academia Sueca de Ciências em 11 de junho. A Fundação Nobel chegou a um acordo sobre as orientações de como os prêmios devem ser concedidos, e em 1900, recém-criados estatutos da Fundação Nobel foram promulgados pelo rei Oscar II. Em 1905, a União entre a Suécia e a Noruega foi dissolvida. Posteriormente o Comitê Nobel da Noruega ficou responsável pela atribuição do Prêmio Nobel da Paz e as instituições suecas retiveram a responsabilidade pelos outros prêmios.

A vontade de Alfred Nobel declarou que 94% de seus ativos totais deveriam ser utilizados para estabelecer os prêmios Nobel. A Fundação Nobel foi fundada como uma organização privada em 29 de junho de 1900, para gerenciar as finanças e administração dos Prêmios Nobel. De acordo com a vontade de Nobel, a principal tarefa da Fundação é administrar a fortuna deixada por Nobel. Robert e Ludwig Nobel estavam envolvidos no negócio do petróleo no Azerbaijão e segundo o historiador sueco E. Bargengren, quem acessou os arquivos de família Nobel, foi esta "decisão de permitir a retirada do dinheiro de Alfred de Baku, que se tornou o fator decisivo que permitiu que os prêmios Nobel pudessem ser estabelecidos". Outra tarefa importante da Fundação Nobel é comercializar os prêmios a nível internacional e supervisionar a administração informal relacionada com os prêmios. A Fundação não está envolvida no processo de seleção dos ganhadores do Prêmio Nobel. De muitas maneiras, a Fundação Nobel é semelhante a uma sociedade de investimento, na medida em que investe o dinheiro do Nobel para criar uma base de financiamento sólida para os prêmios e as atividades administrativas. A Fundação Nobel está isenta de todos os impostos na Suécia (desde 1946) e de impostos de investimento nos Estados Unidos (desde 1953). Desde os anos 1980, os investimentos da Fundação tornaram-se mais rentáveis e em 31 de dezembro de 2007, os ativos controlados pela Fundação Nobel somaram 3.628 milhões de coroas suecas (c. US $ 560 milhões). De acordo com os estatutos, a Fundação é constituída por um conselho de cinco cidadãos suecos ou noruegueses, com sede em Estocolmo. O Presidente do Conselho é nomeado pelo rei sueco no Conselho, com os outros quatro membros nomeados pelos curadores das instituições de premiação. Um Diretor Executivo é escolhido de entre os membros do conselho, um diretor-adjunto é nomeado pelo rei no Conselho, e dois adjuntos são nomeados pelos curadores. No entanto, desde 1995, todos os membros do conselho foram escolhidos pelos curadores, e o Director Executivo e o director-adjunto foram nomeados pelo próprio conselho. Assim como o conselho, a Fundação Nobel é composta pelas instituições de premiação (da Real Academia Sueca de Ciências, a Assembléia Nobel do Instituto Karolinska, da Academia Sueca e do Comitê Nobel da Noruega), os administradores dessas instituições, e auditores.

Recipientes

Wilhelm Conrad Röntgen received the first Physics Prize for his discovery of X-rays. Once the Nobel Foundation and its guidelines were in place, the Nobel Committees began collecting nominations for the inaugural prizes. Subsequently they sent a list of preliminary candidates to the prize-awarding institutions. Originally, the Norwegian Nobel Committee appointed prominent figures including Jørgen Løvland, Bjørnstjerne Bjørnson and Johannes Steen to give the Nobel Peace Prize credibility. The committee awarded the Peace Prize to two prominent figures in the growing peace movement around the end of the 19th century: Frédéric Passy was co-founder of the Inter-Parliamentary Union and Henry Dunant was founder of the International Committee of the Red Cross. The Nobel Committee's Physics Prize shortlist cited Wilhelm Conrad Röntgen's discovery of X-rays and Philipp Lenard's work on cathode rays. The Academy of Sciences selected Röntgen for the prize. In the last decades of the 19th century, many chemists had made significant contributions. Thus, with the Chemistry Prize, the Academy "was chiefly faced with merely deciding the order in which these scientists should be awarded the prize." The Academy received 20 nominations, eleven of them for Jacobus van't Hoff. Van't Hoff was awarded the prize for his contributions in chemical thermodynamics. The Swedish Academy chose the poet Sully Prudhomme for the first Nobel Prize in Literature. A group including 42 Swedish writers, artists and literary critics protested against this decision, having expected Leo Tolstoy to win.[32] Some, including Burton Feldman, have criticised this prize because they consider Prudhomme a mediocre poet. Feldman's explanation is that most of the Academy members preferred Victorian literature and thus selected a Victorian poet. The first Physiology or Medicine Prize went to the German physiologist and microbiologist Emil von Behring. During the 1890s, von Behring developed an antitoxin to treat diphtheria, which until then was causing thousands of deaths each year.[34][35] World War II In 1938 and 1939, Adolf Hitler's Third Reich forbade three laureates from Germany (Richard Kuhn, Adolf Friedrich Johann Butenandt, and Gerhard Domagk) from accepting their prizes. Each man was later able to receive the diploma and medal.[37] Even though Sweden was officially neutral during World War II, the prizes were awarded irregularly. In 1939, the Peace Prize was not awarded. No prize was awarded in any category from 1940–42, due to the occupation of Norway by Germany. In the subsequent year, all prizes were awarded except those for literature and peace.[38] During the occupation of Norway, three members of the Norwegian Nobel Committee fled into exile. The remaining members escaped persecution from the Nazis when the Nobel Foundation stated that the Committee building in Oslo was Swedish property. Thus it was a safe haven from the German military, which was not at war with Sweden. These members kept the work of the Committee going but did not award any prizes. In 1944 the Nobel Foundation, together with the three members in exile, made sure that nominations were submitted for the Peace Prize and that the prize could be awarded once again.

Prêmio Nobel em Ciências Econômicas

In 1968, Sveriges Riksbank celebrated its 300th anniversary by donating a large sum of money to the Nobel Foundation to be used to set up a prize in honor of Nobel. The following year, the Nobel Memorial Prize in Economic Sciences was awarded for the first time. The Royal Swedish Academy of Sciences became responsible for selecting laureates. The first laureates for the Economics Prize were Jan Tinbergen and Ragnar Frisch "for having developed and applied dynamic models for the analysis of economic processes." Although not a Nobel Prize, it is intimately identified with the other awards; the laureates are announced with the Nobel Prize recipients, and the Prize in Economic Sciences is presented at the Swedish Nobel Prize Award Ceremony. The Board of the Nobel Foundation decided that after this addition, it would allow no further new prizes.