Falácia da composição

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.
Falacia logica.png

A falácia da composição surge quando a inferência de um argumento depende da transferência errônea de um atributo das partes de algo para o todo.[1] This is the opposite of the fallacy of division.[2]

Exemplos

  • "Richard gosta de sardinhas. Ele também gosta de pudim de caramelo. Portanto, é certo de que ele gostaria de um pudim de caramelo coberto com sardinhas."
  • A acusação freqüente de que os teóricos de design reduzem a vida a um mecanismo, comete uma falácia de composição, argumentando incorretamente que o que é verdadeiro das partes deve ser verdadeiro da totalidade uma vez que apenas o fato de que as células têm aspectos como os de máquinas não implica que elas sejam máquinas.[3]

Exemplo formal

Formalmente esta falácia tem a seguinte estrutura:

  • p é parte de w
  • p tem a propriedade t
  • portanto, w tem a propriedade t

Ver também

Falacia logica.png
Aviso:
Este argumento representa uma
Falácia da composição.
Use a predefinição {{falácia|Falácia da composição}} para inserir o aviso acima em uma página contendo um exemplo de falácia Falácia da composição. A predefinição une o rótulo de advertência para esta página.


Referências

  1. Hurley, Patrick J. A Concise Introduction to Logic. 10ª ed. Belmont, CA: Thompson Wadsworth, 2008. p. 159. ISBN 978-0-495-50383-5
  2. Bennett, Bo. Logically...Fallacious:The Ultimate Collection of Over 300 Logical Fallacies. Sudbury, MA: eBookIt.com, 2012. p. 112. ISBN 978-1-4566-0752-4
  3. Dembski, William A.; Wells, Jonathan. How to Be an Intellectually Fulfilled Atheist (or not). Wilmington, Delaware: ISI Books, 2008. p. 99. ISBN 978-1-933859-84-2