Creation Science Foundation

De CriaçãoWiki, a enciclopédia da ciência da criação.

Creation Science Foundation Ltd (CSF) foi um antigo nome do Creation Ministries International na Austrália. Foi fundada por Ken Ham e John Mackay, e sob esse nome foi a principal força motriz da ciência da criação na Austrália ao longo dos anos 1980 e início dos anos 1990. A sede da organização, até o início de 1990 estava em um armazém na esquina das Ruas Bradman e Bellrick em Acacia Ridge em Brisbane, no estado de Queensland, e então se mudou para novos escritórios em Overlord Place, Acacia Ridge, outro subúrbio de Brisbane.

Primeiros anos

Ken Ham era um professor de ciências de escola pública em Queensland, na Austrália, nos anos 1970. De 1976 a 1979, ele foi também um palestrante em tempo parcial de ciência da criação. A igreja que ele frequentava realizou um serviço especial para abençoa-lo e prepará-lo na liderança, até que se tornou a Creation Science Foundation.

O ministério no início tinha duas funções: um ministério voltado para os livros chamado Creation Science Supplies, e um ministério de ensino chamado Creation Science Educational Media Services. Ken e sua esposa Mally originalmente executaram esses dois ramos de empenho de sua casa.[1] Ken renunciou ao ensino escolar em 1979, e pelos primeiros anos do ministério na Austrália ele não tinha salário e contou com doações pessoais de membros da família e amigos.

O ministério se expande

Em 1980, o novo ministério juntou forças com a Creation Science Association do Dr. Carl Wieland, e foi então nomeada oficialmente Creation Science Foundation. Dr. Wieland tinha começado uma revista intitulada Ex Nihilo (que significa "do nada"), e então a entregou a Ken Ham e John Mackay (que assumiu como editor). Eles a renomearam Creation Ex Nihilo. John Mackay deixou a organização em 1987 e iniciou sua própria organização criacionista chamada Creation Research. Em 2001, o nome da revista foi encurtado para Creation. O escritor e editor Robert Doolan foi contratado como editor assistente, em 1986, e assumiu o cargo de editor depois da partida de Mackay no ano seguinte. Doolan atuou como editor de 1986 até 1996, que foi uma época de grande crescimento para a revista.

O geólogo criacionista Dr. Andrew Snelling tinha se juntado à organização em expansão no início da década de 1980, e mais tarde tornou-se membro do grupo RATE (Radioisotopes and the Age of The Earth). (Mais tarde, ele se mudou para o Institute for Creation Research, em San Diego, na Califórnia, como professor associado de Geologia, e agora trabalha para o Answers in Genesis (Estados Unidos) como Diretor de Pesquisa.) O CSF também conseguiu assegurar os serviços, em torno desse tempo, do talentoso ilustrador, designer e cartunista Steve Cardno, que assinou contrato como diretor de arte para a revista, que viu um público crescente e logo estava sendo exportada para dezenas de países. Steve Cardno continuou trabalhando na revista Creation até que a deixou em 2007.

Conexão com os EUA

Em 1987, o ano em que John Mackay deixou a Creation Science Foundation, Ken Ham começou a passar mais tempo nos Estados Unidos—eventualmente se mudando para lá permanentemente—e o Dr. Carl Wieland assumiu dirigindo a CSF. Ham estava inicialmente trabalhando com o Institute for Creation Research. Entrementes, o número do pessoal da CSF aumentou rapidamente, assim como ataques de céticos. Um boletim precoce da CSF dizia que à medida que os ataques dos céticos tinham aumentado, assim também fez o apoio financeiro para a CSF de cristãos preocupados.

Em 1994, Ham começou uma nova organização criacionista nos E.U.A. Embora ele ainda estivesse alinhado com a Creation Science Foundation australiana, ele tinha que encontrar um novo nome, porque uma fundação nos Estados Unidos normalmente dispensa dinheiro ou doações, o que não é o que o grupo australiano fazia. Ham chamou o seu novo ministério Creation Science Ministries, e, no ano seguinte o renomeou Answers in Genesis. Em 1997, a Creation Science Foundation na Austrália mudou seu nome para Answers in Genesis também.

Em março de 2006, os grupos norte-americano e australiano se separaram. Ken Ham permaneceu presidente do Answers in Genesis dos EUA, e Carl Wieland se tornou Diretor administrativo do recém-renomeado Creation Ministries International na Austrália. Pode-se ver agora que a força dinâmica do pequeno ministério da Creation Science Foundation se multiplicou milhões de vezes em mais de 100 países.

Ligações externas

Ver também